Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem é KT...

Autobiografia de KT...

Eu me chamo Kamila Tracy Bandeira da Silva. Tenho 21 anos. Nasci em 17 de Novembro de 1996. Minha mãe concebeu-me aos 21 anos; vim de uma gravidez não planejada. Por conta de uma desilusão amorosa, minha mãe se envolveu com o meu pai biológico; quando engravidou ela foi rejeitada pela minha avó e o único que estendeu a mão foi o meu avô. Ele disse que ela não era nem a primeira e nem a última a errar. A partir daí, a verdadeira batalha começou. Minha mãe sentiu-se no ''fundo do poço''; perdida, desolada, magoada... Não tinha mais ânimo para viver. Foi nesse momento que ela resolveu tomar uma atitude que mudou a sua vida por completo e, consequentemente, a minha. Buscou refúgio nos braços do Senhor Jesus. Mãe estava no altar e lá aceitou Jesus com todo o coração. Ela não tinha nada para ofertar ao Altíssimo, mas tinha uma vida que estava dentro da barriga dela... E então eu fui apresentada ao Todo Poderoso. Nesse instante eu simplesmente dei um ''chute'' e ela tomou este sinal como outro bem maior e mais forte. Mãe lutou 3 anos pelo meu pai biológico. Ela nunca desistiu, apesar de ele beber e não ter nenhum compromisso com o reino dos céus, contudo era o pai da filha dela, e isso bastava. Certo dia ele veio ter com ela, mas não era o retorno que ela gostaria de ouvir. Meu pai biológico havia comprado remédio para que a mamãe me abortasse e tinha engravidado uma moça de 14 anos (que é a minha irmã Nayla). Desde então, mamãe foi ''pai e mãe'' para mim. Criou-me sozinha até os meus 3 anos de idade. Mesmo com o clima ''negro'' dentro de casa, uma vez que a minha avó não a abençoava e nem falava com ela. Consternada, fez um propósito com Deus que consistia no seguinte: ''Senhor, eu não irei mais na tua casa, vou esperar o ''escolhido'' aqui. Tu irás trazer ele aqui na porta da minha casa''. Firme em sua aliança, mãe não deixava de orar e confiar no Deus que tudo pode. O tempo foi passando e, num belo dia, o ''escolhido'' chega na porta de casa... Sim, meu pai Antônio! O taxista da minha avó. Varão trabalhador, humilde e honesto. No mesmo instante o Senhor bradou no coração da minha mãe: ''É esse!''. E eu corri para os braços dele, chamando-o de: ''Papai!'' (tinha apenas 3 aninhos). Deus abençoou a união dos meus pais e me presentou com mais 3 irmãos incríveis. Joel que hoje tem (17) anos, Daniel (13), e Sarah (11). Somos quatro! Na verdade, seis! Já que meus pais praticamente adotaram mais dois rapazes (Railey e Kelvin) amigos do meu irmão Joel, pois a mãe deles faleceu e o pai os abandonou. No entanto, Yeshua tem nos sustentado e suprido todas as nossas necessidades. O que não falta é amor nesse lar! Depois de tudo o que aconteceu eu fui crescendo, e dentro de mim também crescia uma mágoa muito grande do meu pai biológico que não me assumiu e deu remédio para a mãe abortar e da minha avó que desprezou completamente a mamãe. Na minha pré-adolescência, sempre que eu o via na rua, chegava chorando em casa. Tinha muito medo dele. Recordo de quando ele ia bêbado me visitar, lembro de ficar esguelhando o olhar atrás da perna da mamãe. E quando nos encontrávamos só eram brigas, tristezas e choro. Quando o pai Antônio e o meu pai biológico (Sérgio) se esbarravam, logo discutiam. Entretanto, nunca abandonei a fé. Conversava constantemente com Deus e pedia para que ele me ajudasse a liberar o perdão. No meu aniversário de 15 anos ganhei o maior presente da minha vida. Os dois apertaram as mãos e não discutiram... Conversaram normal. Fiquei muito contente e agradeci tanto a Deus. Hoje eu posso afirmar que perdoei o meu pai e a minha avó. Tenho um bom relacionamento com as minhas duas famílias. Sou uma jovem que teme ao Senhor com todo o coração e com toda a minha alma. Ama e honra os seus pais. Essa sou eu, a Kamila Tracy hoje. Estou realizando um dos meus sonhos: Ser professora! Gosto de escrever e ler bastante. Principalmente ''Literatura Brasileira''. Sou apaixonada pelas palavras! Adoro conhecer novas pessoas e criar vínculos afetivos. Gosto de ajudar quando posso e dou sempre um jeito, quando não posso. Sou muito esforçada e paciente. Não sei nadar, tenho pavor de barata e de altura, gosto de ouvir as pessoas (sou loquaz quando necessário), sou péssima com os números (mas busco me esforçar). Amo mini pizzas e como de tudo. Não tenho problema com comida. Adoro praticar exercícios físicos. Ao ar livre e na academia também. Sou muito preocupada com as coisas; incomumente perfeccionista e fico extremamente mal-humorada quando estou com fome. Exageradamente organizada; amo miniaturas e orquestras. Não sei dançar, pintar (mas sei fazer desenhos artísticos nas unhas com a pontinha do esmalte). Amo tênis e leggings. Adoro batom vermelho. Nunca usei maquiagem (nem me pergunte algo relacionado a isso, não sei o nome de nada). Gosto do meu corpo do jeitinho que ele é. Não mudaria absolutamente nada. A parte que mais amo em mim mesma é o cabelo (cabelo cacheado é único). Já me apaixonei diversas vezes. Amei uma única vez. Ainda acredito no amor, uma vez que o próprio AMOR deu a vida por mim e por você. Sim, o nosso Amado! Criador de tudo e de todos. O primeiro e o derradeiro! Aquele que conhece todas as estrelas e as chama cada uma pelo nome. Considero o casamento uma união abençoada por Deus. A família é de fato um presente do Criador. Prezo minhas famílias, gosto de estar com eles. Sou caseira e prefiro ficar em casa com a família ou lendo um livro do que sair para o shopping ou cinema, por exemplo. Gosto de lugares calmos, que me permitam um contato maior com a natureza e com os animais. Lugares onde eu possa pensar, olhar para o céu e somente agradecer ao Todo Poderoso por tudo. Não sou muito de palavras, gosto de demonstrar com atitudes. Sejam elas pequenas ou grandes. Quando estou triste, converso com Deus. Quando estou feliz, desanimada, magoada, nervosa, insegura... Converso com Ele. Costumo dizer que eu tenho o meu ''pequeno quarto de guerra'', e é aqui que eu travo as maiores batalhas da minha vida. Só eu e Deus!

Posso afirmar que existem muitas outras coisas a serem ditas, caros leitores! Todavia, creio que vocês já tenham uma ideia de quem eu sou, por intermédio da minha história.

Essa é a Kamila Tracy... Alguém que se reconstrói todos os dias. E que pela graça de Deus, se torna uma pessoa melhor. Alguém que reconhece os seus erros e busca aprender com eles. Enxergando cada dia como uma nova chance de fazer as coisas diferente, sendo uma pessoa melhor do que ontem.



KT
Enviado por KT em 11/07/2018
Reeditado em 11/07/2018
Código do texto: T6387367
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (''Você deve citar a autoria de KTe o site www.kamilatracy.net''). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
KT
Manaus - Amazonas - Brasil, 21 anos
117 textos (3107 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/18 03:54)
KT