Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"RETALHOS"



No silêncio a alma rasgada,
por suas próprias mazelas;
Acaso aquela manhã infeliz,
ao nada o transportara;

Pudera o tempo,
ser mais vil
que de costume;

Quanto mais a vida,
em seu destino precário;

Atrás de seu óculos escuro,
Uma legião de vampiros;
Apagados, cinzentos;

Hora tínhamos tudo
E éramos ricos
Apenas com um lençol,
Nosso suor e a pele;

Hora de mãos vazias,
Nada tínhamos,
E seguiamos de preto
Pelas cidades mortas
Da minha alma em retalhos;

Tão pobres feito um bicho,
Que mal se alimenta.

Pelos lugares vazios,
Pelo chão
e pelo sofá;
Por suas frequentes ilusões;

Feito um bárbaro
Que engole a dor;
Um Deus feito de massa;
Ou um cristo de isopor.

        (Edmilson Cunha)   09.08.18
Edmilson Cunha
Enviado por Edmilson Cunha em 09/08/2018
Código do texto: T6414151
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmilson Cunha
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 42 anos
79 textos (2151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/18 16:44)
Edmilson Cunha