Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta ao Amor - 5

Carta ao Amor  - 5
  Delasnieve Daspet

 

Já não estou bem de novo.... Tem dia que nada está bem...

Estou à espera de tua ternura. Ternura que adoçará intermináveis dias-noites de um viver.

Hoje a palavra está pesada... Como pesado está o céu, plúmbeo, todo negro, - que observo de minha janela. Até meus passarinhos visitantes já se recolheram.

Aquele beija-flor - reluzente - , ainda busca a seiva que o alimenta, na roseira do quintal. Soledad - é a música que ouço próprio para o meu espírito.

Hoje, estou carregada de saudades. As lágrimas- companheiras da sozinhez, bailam prateadas em meu olhar.

Bailarinas perversas que sulcam minha face e meu coração...

O sol-pôr, chega forte, com seu brilho e cor de saudade...

A un de ces jours,



Delasnieve Daspet
13-02-03 17,00 hs
Itaporã MS

 
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 24/06/2008
Código do texto: T1048460
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 68 anos
694 textos (32038 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/19 16:13)
Delasnieve Daspet