Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SEMENTE ESTÁ GERMINANDO



Sou professora por formação, opção e amor à profissão, não necessariamente nesta ordem de importância.Como válvula se escape, eu pinto quadros, escrevo poesias, faço crochê, dedico-me à informática entre outras coisas.
Em minhas andanças pelas escolas municipais de novo Hamburgo, em 2002, fui para na Escola Municipal Rui Barbosa, mais tarde anexada à Escola Municipal de Ensino Fundamental Pres. Washington Luiz.
Estou escrevendo todas estas informações para situar o querido leitor.No referido ano, tive uma classe de terceiro ano,alunos entre oito e nove anos.
Quando se é professora por currículo de atividades, lecionamos todas as disciplinas.Assim sendo, uma professora formada em Ciências e Matemática, virou uma faz tudo.Que desafio!
Minha primeira idéia foi a de que estes pequenos precisavam aprender a pensar, interpretar e saber expressar-se.Dei muita ênfase à produção de textos, deixando a gramática um pouco em segundo plano.
Foi assim que surgiram os Meninos Escritores do Brasil, que podem ser lidos no site À Aventura de Ilona Bastos (http://geocities.yahoo.com.br/ilonabastos/page400.html).
O ano de 2002, passou e os meninos foram para o quarto ano, onde continuei professora deles, só que nas disciplinas de Ciências e Matemática.Tentei nestas disciplinas incentivar a produção de textos, mas tornava-se um pouco difícil, devido ao caráter das disciplinas.
Em 2004, continuo com a mesma classe, estão no quinto ano (coitados têm que me engolir!).Leciono a eles Língua Portuguesa, matemática, Ciências e Artes.Finalmente, consigo incentivá-los à produção textual, seja porás ou verso.
Há duas semanas, expus aqui no site, poemas dos meninos sob o título de Poesia Inocente.
Hoje, tive o maior presente da minha vida como professora.Uma aluna, Luana Petersen Gomes, chegou pertinho de mim e disse:
_ Professora, eu escrevi para ti! – entregando-me uma folha de caderno bem dobradinha.Como era hora do recreio,abri a folhinha e li o seguinte:
Balançando

Balançando, balançando
Diz a menina
Que gosta de balançar

Balançando, balançando
Diz a menina:
- Pois eu gosto de dançar.

Balançando, balançando
Diz a menina:
- Pois eu gosto de pintar com lápis de cor.


Balançando, balançando
Diz a menina:
-Gosto de pintar a palavra amor.

Balançando, balançando
Diz a menina:
- Pois eu gosto de colorir.

Balançando, balançando
Diz a menina:
- Pois eu gosto de sorrir.

Depois de ler, eu estava muito emocionada.Procurei a menina e perguntei a ela sobre o poema. Ela disse-me;
_ Professora, eu estou aprendendo a gostar de poesias contigo.Tive vontade de escrever e comecei.Esta é a terceira que faço.São todas para ti!
A semente plantada há tempos atrás, começou a germinar.




Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 09/04/2005
Código do texto: T10490


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (952837 leituras)
16 áudios (8941 audições)
311 e-livros (34558 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/07/20 14:02)
Denise Severgnini