Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO HÁ VAGA!

Vasculhei por tantos lugares
e eu nem imaginava
que de mim - você se escondia.
O pensamento ora vagava
ora firmava
sempre na ânsia de encontrá-lo!
... E calidamente juntar meu corpo ao seu
porque esse sempre fôra meu mais ardente desejo!...
Dias e noites percorridos
tentando entender, mas,
por mais que eu o quisesse
não conseguia fazer-te meu...
- Por quê?!...
Tê-lo dentro do coração
jamais foi favor,
pois, sua ocupação era de direito.
Você não vinha, nunca chegava
- a saudade aumentava!
Eu, que oferecia abrigo
silenciosamente procurava refúgio...
Sempre desejara que um dia (o certo)
sua mão suada seguraria a minha
pra que eu lhe sentisse e acalmasse a ansiedade
do momento que tanto esperei
e pensava: - O encontrei!
Enfim, descobrira que durante muito tempo
ali você havia habitado
- ah, coração! – quente, aconchegante, hospitaleiro... Cheio de amor!
Mas quem disse que nele você quis morar?!...
Senti-me incapaz...
Quando parei para ser racional
qual não foi minha surpresa:
- a realidade veio à tona.
Triste coração!
Nele,  você somente passageiro
portou-se como porteiro e
depois de tempo corrido
pediu demissão!...
Daí, decidi pela ação
que definiria a atual situação:
- Não há vaga!


®Direitos: Yvoni Cost@

Extraído dos Ensaios de Pensamentos Alados©

Yvoni Costa
Enviado por Yvoni Costa em 29/09/2009
Reeditado em 12/05/2010
Código do texto: T1838199


Comentários

Sobre a autora
Yvoni Costa
Diadema - São Paulo - Brasil, 51 anos
65 textos (2279 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/07/21 13:24)
Yvoni Costa