Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pode rir

Pode rir. Histórias de amor mal resolvidas são mesmo engraçadas.
Tons sépia, folhas ásperas, manchas de café... Em pensar que tudo isso um dia foi tão colorido e cheio de vida e suave e perfeito. Pode rir.
Não quero soar blasé, muito menos rancorosa, mas meu coração anda cansado e essa distração aparente que venho tendo na verdade é um pedido de socorro. "Me salva, porra!", grita o meu coração em lapsos de amor e revolta. Pode rir. A dor de amor dos outros é sempre doce.
Cospe açúcar no meu café. Me desperta dessa comodidade e me dá tapa na cara com dez dedos do que eu não quero ver. Me acorda abruptamente no meio da noite só pra dizer que o verdadeiro pesadelo acontece enquanto estamos acordados.
Ri. Ri bastante dos erros de português e das coisas que eu confesso que não sei. Pode rir, aproveita enquanto tens dentes.
E se o tempo passar e nunca tiveres uma dessas histórias ridículas de amores mal resolvidos, não chora. Chorar já saiu de moda. Cartas de amor, poesias, declarações, flores, tudo isso já passou. Hoje em dia quem tem migalha de afeto forra o estômago.
Pode rir. Ri e depois vomita.

25/06/2011
Bianca Grassi
Enviado por Bianca Grassi em 25/06/2011
Código do texto: T3056411


Comentários

Sobre a autora
Bianca Grassi
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
161 textos (10301 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/05/21 10:47)
Bianca Grassi