Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Todos temos

Não fomos educados a entender nossos sentimentos.
Ao contrário, fomos criados para sucumbi-los.
Desde pequenos:
'segura esse choro!'
'muda essa cara agora!'
'dá um sorriso pra foto!'
e já mascarávamos o que sentíamos…
já mascarávamos o que somos.

Complicado durante a vida nos dar conta de que,
enquanto não aprendermos a entender o que sentimos,
nunca seremos 100% de nós mesmos.
Perceber as nossas sombras,
nos faz sucumbir ainda mais quem de fato somos.
Nos ensinaram que sombras é errado!
O errado e o certo,
de acordo com os padrões da sociedade a qual fazemos parte,
aos padrões de pensamentos e 'achismos' de nossos pais, dos avós,
dos pais de nossos amigos, da televisão, das referências que havia por perto… referência do convívio ao nosso redor…
E assim vamos crescendo…
E assim vamos vivendo nossas experiências,
nos trabalhos, nos relacionamentos, na comunidade…
E assim vamos nos moldando...

Como criar uma convivência suportável entre nossa sombra e nossa luz?
Compreender que não existe certo nem errado.
Que ao invés disso existe o
'eu necessito, eu não necessito'
'eu sinto, eu não sinto'
'me serve, não me serve'
'me convém, não me convém'
pelo simples fato de que
Você é Você
e Eu sou Eu

Compreender que nós construímos nossas mágoas
usando todo cenário e atores que temos ao nosso redor.
Compreender que assim como sou personagem principal
da minha construção de mágoas, o outro do meu lado,
seja ele filho, amigo, pai, mãe, avó, também constrói
as suas mágoas do mesmo jeitinho que eu, igualzinho,
sabe por quê?
Porque somos todos iguais.

Não existe hierarquia,
sabe por quê?
Porque já vivemos várias vezes.
Não se sabe quem é mais velho ou mais novo.

Sabe quem tem mais mágoa?
Tooodooos.
Todos temos.

Sabe quem é capaz de alterar as células do meu corpo e construir o câncer?
A resposta não é um vírus, uma bactéria, transar sem camisinha...
Não.
Eu altero minha célula.
Sou capaz de fazer isso sozinho!

Sabe com qual ferramenta?
Uma ferramenta invisível aos olhos físicos:
o meu Sentimento.

Eu sei o que eu estou sentindo?
Eu sei por que estou sentindo o que estou sentindo?

Ninguém é melhor ou pior.
Ninguém sofre menos ou mais.
Todos nós magoamos a todo instante, é o risco do convívio.
Todos nós somos magoados a todo instante…
É o risco do convívio.

Razões?
Todos temos, toooodoooos.

O silêncio sufoca sentimentos…
O silêncio mantém ambientes serenos…
Como usar o silêncio?

As palavras destroem…
As palavras fazem os corações se abraçarem…
Como usar as palavras?

O amor vem do fundo de nós mesmos…
Como amarmos a nós mesmos?
e.......
como amar o outro?

Quanto mais velho fica nosso corpo de agora,
mais difícil abandonar velhos hábitos.
A energia de nossos pensamentos e sentimentos
empreguina nas nossas células,
nossos movimentos vão ficando duros e estáticos.
O imaterial se une ao material.

E quando a consciência das roupagens mais novas se abrem
para o aprender,
a sintonia se perde daqueles que não vêem assim….

Um passo para fora do casulo de sempre,
é o passo pra você ser 100% você,
viver toda a SUA energia e o SEU self.

Pra isso é preciso ter coragem!
Não terá mais a facilidade (acredite!) do apoio em quem pendurar o seu lado sombrio…
Pra quem fica e pra quem vai….

Pra quem fica e pra quem vai….
Assumirá a sua luz e a sua sombra, e crescerá por dentro e por fora.
Por dentro, seus sentimentos…
Por fora, sua luz que expandirá ao redor…
de certo incomodando alguns...
mas tudo é uma questão de escolha.
E dizem que é mais legal ficar com a parte boa de tudo =)

Eu sou escura, feia, cheia de sentimentos abafados, sucumbidos, mal entendidos….
Estou tentando me esclarecer…
"é uma batalha sem tréguas.
Significa antes de tudo deixar de desejar o que se quer
para fazer o que se deve.
É intensivo a observação em novos costumes e emoções
no aprendizado de olhar para si."
E não, não é simples.
Dói.
Entender e educar meus sentimentos pra não alterar as minhas células!
O conflito interno é onde nossa alma nos convida a transformar para uma melhor condição individual.

Aprender a ouvir o outro é a melhor maneira de exercitar ouvir a si mesmo.

Meu coração está aberto para um abraço…
Acho importante encostar um coração no outro, acho que eles se comunicam…
Se assim você também achar…
estarei aqui.
 
 

 
 
dáRidA faGgi
Enviado por dáRidA faGgi em 12/10/2011
Reeditado em 05/07/2012
Código do texto: T3273171

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
dáRidA faGgi
São Caetano do Sul - São Paulo - Brasil
84 textos (3993 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 15:49)
dáRidA faGgi