Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para uma amiga desavisada

Amiga,

Acho que sua obra cresce quando você usa sentimento, joga a alma e se fere ao escrever. A ironia tem força quando bem usada. Gratuita, ela perde o tom. Escrever para guetos é uma arma perigosa - pode agradar a uma meia dúzia de três ou quatro, contudo perde a universalidade. Mesmo que se corra o risco de não agradar a alguns, acho que temos a obrigação, quando escrevemos, de transmitir alguma coisa que eleve o espírito do leitor, que mexa com a cabeça de quem lê, que faça as pessoas pensarem ou verem o mundo de uma outra forma. Escrever por escrever, somente para aparecer não tem sentido para mim. Não sei se isso lhe faz bem ou a levará a algum destino. Enfim, cada um tem a caneta que merece e o papel que lhe cabe nesse mundo cheio de surpresas. Continue escrevendo, mas coloque um pouco de pensar entre uma palavra e outra, assim as pessoas vão amá-la, mesmo que esse amor seja pelo avesso.

Sou persistente: continuo lendo seus escritos, vale a pena.

Bjs
F.
Fernando Tanajura
Enviado por Fernando Tanajura em 26/07/2005
Código do texto: T37929
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Fernando Tanajura
Estados Unidos
1631 textos (163292 leituras)
1 e-livros (179 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 07:07)
Fernando Tanajura