Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Onde florescem os limões*
 

 
Não importa tanto estar longe e sob outro céu,
no coração estaremos sempre perto, o meu amor permanece intenso, imutável, nada ou ninguém poderá modificar este querer.
 
Ainda há pouco, uma borboleta de quentes cores pousou no meu joelho batendo as asas de leve, ficou por um bom tempo, pensei que podia ser você querendo dizer-me algo. Depois ela voou em direção aos limoeiros floridos e ali ficou a sugar o mel, junto a outras borboletas coloridas.
 
Este é o amor que vejo até através do errático voo da borboleta, nas flores perfumadas dos limoeiros, no azul do céu que contemplo, na brisa que acaricia meu rosto e me traz a melodia encantada do mar de Taormina, da terra dos ciclopes, da minha terra siciliana.
 
Eu não estou distante de você meu amor, só fisicamente.
Meus pensamentos são como fios condutores de mensagens, de lembranças que correm silenciosos em direção a você.
 
A verdade da presença que só podemos imaginar, é que alimenta a sede e a fome que sentimos um do outro.
 
Você está no meu sangue, no meu coração.
 
Seu para sempre,
Enzo

 
 
Reedição. 



(*) Carta da série “Um amor siciliano”, meu romance inacabado.
Hull de La Fuente - Claraluna
Hull de La Fuente
Enviado por Hull de La Fuente em 14/05/2018
Código do texto: T6336615
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hull de La Fuente
Brasília - Distrito Federal - Brasil
2683 textos (430848 leituras)
2 e-livros (185 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/18 18:04)
Hull de La Fuente