Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Bom dia, Mãe!!! 

Escrevi uma carta e coloquei numa garrafa, corri depressa e fui jogar lá no mar.
Sentei na pedra e esperei a gaivota,
que prestimosa levou ao bico pelo ar.

Levou consigo lá no alto da montanha.
E esperando o Mensageiro prá pegar.
Hora marcada mesmo com sede tamanha.
Ela esperou para a carta entregar. 

Daqui da areia vi a ave e o Mensageiro.
Em sua linguagem própria a dialogar.
O vento trouxe a mensagem por inteiro.
Cuja missão era o coração alegrar. 

Essa mensagem dizia que o dia das mães.
São todos eles que nem podemos contar.
Sempre começam com ensolaradas manhãs.
Seguindo horas até o sol se deitar. 

Na minha carta escrevi o meu bom dia.
Quando você vinha para me acordar.
E às seis horas rezava a Ave Maria.
Pedindo a Mãe para sua filha guardar. 

Se despedindo foi embora o Mensageiro.
E a gaivota em seu voo retornar.
Trouxe a mensagem em seu cunho verdadeiro.
Minha mãe vive e está sempre a rezar. 

Agradeci ao Mensageiro e a gaivota.
Com alegria, sentimento salutar.
Um outro dia espero a sua volta.
Nova mensagem que preciso enviar.

Regina Madeira 
15/05/2018
"imagem do Google"

 
Regina Madeira
Enviado por Regina Madeira em 15/05/2018
Reeditado em 15/05/2018
Código do texto: T6337107
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Regina Madeira
Miguel Pereira - Rio de Janeiro - Brasil, 58 anos
2524 textos (161671 leituras)
7 áudios (555 audições)
13 e-livros (1636 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/05/18 00:33)
Regina Madeira

Site do Escritor