Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cartas de Um Border 1

E ele olhava pela janela, a noite o fascinava, era escura, fria e estrelada. Era a sua segunda maior paixão. A primeira? Bem, esse era um assunto delicado no qual ele pensava todas as noites, sem exceção. Ele parava na janela, acendia um único cigarro e olhava para as estrelas, o silêncio dominava o ambiente, e ele gostava disso, ele refletia melhor. A cada trago no cigarro um pensamento vinha e o tomava por completo. Os olhos lacrimejavam a cada reflexão. Mas não conseguia enxergar um sentido plausível para toda aquela sensação que o dominava. Era um misto de solidão, amor platônico e talvez até uma pitada de loucura. Ele amava de longe, escondido e preferia assim. Afinal, quem iria entender todo aquele sentimento inexplicável, cujo objeto de desejo estava distante, bem distante. Viver com a possibilidade de algo era melhor do que viver com a certeza de um não, era assim que ele pensava. Ele vivia por aquele sentimento que talvez nunca iria existir para além de sua mente. Ele estava certo disso, porque no fim ele está só. Era ele, só ele.
Border
Enviado por Border em 12/05/2019
Reeditado em 12/05/2019
Código do texto: T6645671
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Border
Ubá - Minas Gerais - Brasil, 26 anos
12 textos (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/06/19 01:44)
Border