Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As moscas

Querida Marcia,

Acume ocê tá aí na lemanha?

pras banda daqui num tem sevriço de cata baguiu já faise tempão. As muruçoca  avua livremente pra tud'quantélad, indesinpendente dos quartil temporar. Cada bitela! Tem de um tudo que é colidade. As coleta quem faise são as fincuda memas. Pru ond'ocê oia tem. I ocê pode amirar  retin o bodoque  nos grutios das sovelas qui as danadas se debandam pros'canteios risosas e sem avecho. I elas avuam com um treco mata-gente.   Tá desiguar. Di agorinha tem um tar de tratamento sanitário federar que proziaram que vai dá de um jeitio. Tava drumindo, mais imparece qui acordô. Quero só vê. Pareci que os musquiti qui aí avoaceiam num avoaceiam como cá. Oia, sodade, viu. Bejo.

Sum Paulo
O3 julho20
Abenon Menegassi
Enviado por Abenon Menegassi em 03/07/2020
Reeditado em 03/07/2020
Código do texto: T6994796
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Abenon Menegassi
São Paulo - São Paulo - Brasil
83 textos (10083 leituras)
1 e-livros (17 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 00:22)
Abenon Menegassi