Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pai, me ensine.

Meu pai querido, neste momento de fortes ventos me sinto perdida, sem discernimento. Olho para os lados, mas não encontro refúgio... o vento é forte e estou com medo! Procuro por abrigo seguro, onde eu possa refletir no que estou a sentir.
Me sinto sozinha em relação a verdade. Me vejo rodeada de incertezas e interesses. Não quero mais sentir isso, quero liberdade aos meus sentimentos. Não me deixe fraquejar me de forças para superar e me ensine a caminhar, por um caminho mais seguro. Guie meu pensar, meu falar, meu agir, meu sentir... me liberte deste vazio, preencha-o com a sua verdade!
Não me deixe duvidar que se pode mudar, mesmo em meio desta confusão... guie meu coração. Por favor, atenda meu clamor, pois não quero mais a dor. Quero viver sem incerteza, lutar a favor do bem, nesta guerra santa. Me dê a mão e o saber para poder vencer!
Ana Naracci
Enviado por Ana Naracci em 18/10/2007
Reeditado em 18/10/2007
Código do texto: T700315

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Naracci
São Paulo - São Paulo - Brasil, 35 anos
27 textos (1433 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 05:25)
Ana Naracci