Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cartas que não foram lidas II





Meu poeta, externo-lhe com a convicção de quem viveu um momento ímpar em vida,
Um profundo agradecimento vindo do coração,
Por ter conhecido tão ilustre escritor e narrador de encantos e desencantos,
Percebíveis somente por aqueles que tangem a pena para escrever e registrar
Coisas do povo e da história desse povo.
Feliz o Estado de Sergipe.
Fecunda será sempre a terra da cidade de Carmópolis,
Quando de suas entranhas surge tão ilustre filho,
Que dissemina através dos seus escritos tanto amor, tanta gratidão
E tamanha paixão pelos seus rebentos.
Homem-menino, de fibra do puro aço, que despenca de sua cidade,
Para atender aos apelos literários de um povo distante
Da cidade de Belford Roxo, que embevecidos por tão maravilhosa obra,
Sentiram-se honrados em homenagear ao mavioso poeta-escritor
No dia 15 de setembro de 2006, nesta Casa da Cultura.
E eu, quantas vezes, calado, pensava antes de tudo,
No quanto o Carlitos povoou a minha infância e agora diante de mim,
Um outro Carlitos me alimentando de esperanças,
De que pro futuro tudo é possível,
Bastando para isso que se escreva tudo, tudo mesmo:
Minhas angústias, meus sonhos, meus amores, meu tédio e meus inconformes,
Não com a vida, pois a vida tem que seguir.
E você poeta, me deu essa certeza que a vida tem que seguir e nós passamos por ela...
Feliz sou eu, poeta, que te percebi e me alimentei de ti.
E mesmo com você passando, sua obra nunca te negligenciará
E a história do teu povo nunca se apartará de ti.
Deus te proteja e a luz da Espiritualidade contigo seja eterna.

Vicente Freire – 09/09/2006.
Vicente Freire
Enviado por Vicente Freire em 18/10/2007
Reeditado em 30/05/2008
Código do texto: T700345

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vicente Freire
Belford Roxo - Rio de Janeiro - Brasil, 63 anos
280 textos (22943 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:38)
Vicente Freire