Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESILUSÃO

Nessa tarde
fria e cinzenta de chuva
nesse meu mundo solitário e sem graça
fico entre devaneios,
lembranças e choros e as horas nao passam

Tudo que outrora me encantava
Perdeu toda cor e sabor
Vejo na chuva que antes adorava,
o céu se debulhando em lágrimas
que escorrem,
pela minha embaçada vidraça

O canto do pássaro já  nao me encanta,
os gorjeios só me parecem lamentos
de desespero e desalento

Vejo a vida em preto e branco
Meu arco íris já nao é mais colorido
Vejo tudo de maneira diferente
tudo perdeu a graça e o sentido

O barulho da fonte
já nao me lembra mais
uma cançao de amor
é apenas uma água sonora e fria
caminhando sem rumo,como estou

A lua já não é majestosa
nem  me lembra mais poetas
Apenas uma luz pálida e que ilumina
meu vagar nas  noites solitárias

No mar ja nao enxergo nenhum deus
Netuno ou Poseidon
Só vejo ondas bravias e iradas
Sem poesia alguma

O sol ja nao é mais meu deus Hélios
é só um astro que a terra  aquece
Quando mais um dia triste amanhece

Foi você que fez isso comigo,
Me tirou todo encanto
e poesia da vida
acabou com minhas fantasias
levando consigo meus sonhos
e toda minha alegria

JuliaBrito
Enviado por JuliaBrito em 24/10/2007
Reeditado em 15/02/2008
Código do texto: T708063

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (apenas meu nome e endereço do site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
JuliaBrito
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil
266 textos (120196 leituras)
4 áudios (379 audições)
1 e-livros (26 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 11:42)
JuliaBrito