Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***NÃO QUERO ESQUECER, AMOR! (VERSÃO CARTA)***

Nunca me passou pela cabeça que um dia eu te esqueceria
Amar você foi e é, o meu melhore presente, não te esqueço.
O amor que ainda guardo em mim é a força que me conduz
Quero você e nem de longe desejo esquecê-la, eu te amo.
Unir as nossas vidas fazer você acreditar novamente em mim.
Espero e desejo o seu perdão, você me deixou por comentário.
Revertidos de mentiras maldosas, coisas de gente sem ética.
Os mesmos que outrora, tentaram nos destruir, o nosso amor.
Estou vendo agora, que eles conseguiram, não aceito o seu adeus.
Seja como for vou provar pra você a minha inocência, eu te amo.
Querida não ter ouvidos olhe pra mim e veja o amor que sinto.
Uma vez, você me disse que nada, nada seria capaz de nos afastar.
Eterno seria o nosso amor, que só mesmo a morte nos separaria.
Como você se deixou enganar? Essa gente não quer te ver feliz
Esteja certa que o amor que tenho por você, não vai acabar assim.
Reveja toda a nossa historia de amor, e me aponte meus erros.
Amar você se for considerado erro, aceito apenas esses erros.
Muito dos momentos que vivemos juntos, foram meus erros.
O mesmo caminho que eles usaram pra nos separar é o da volta
Reafirmo essa gente não querem ver a nossa felicidade, volte.

José Aprígio da Silva.
Feito: 16/05/08 -01h11.


JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 16/05/2008
Reeditado em 21/05/2008
Código do texto: T991839


Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 61 anos
1920 textos (183077 leituras)
1 áudios (52 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/04/21 16:29)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA