Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

- A morte sem adeus!




    Sentados no banco de uma Praça qualquer, todos os dias.
    Estavam a conversar dois idosos simples de boa aparência.
    Felizes contavam causos e recordações boas, muitos risos.
    Sempre acontece nesses momentos o que mais fala tagarela.

    Falava de pescarias e do tamanho dos peixes, sempre enormes.
    O outro sorria e pensava consigo mesmo, deve ser menos!
    E assim aconteciam todos os dias o conversarem gostoso.
    O falador em uma sexta-feira não apareceu. Muito estranho!

    O outro ficou preocupado, embora morassem nos arredores.
    Não sabiam onde um o outro moravam, sem curiosidade, pensou!
    Esse dia fora muito diferente, as nuvens eram mais escuras.

    Mas, a vida continua e ele deixou passar o dia pouco feliz!
    Pensou algo consigo mesmo e achou que era pura imaginação.
    Os dias seguiram e nunca mais houve conversas. A morte sem adeus!

--------------------------------------------------------------------------------

LAURO PAIXÃO
Enviado por LAURO PAIXÃO em 29/06/2020
Código do texto: T6991757
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
LAURO PAIXÃO
São Pedro De Moël - Leiria - Portugal
222 textos (6688 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 09:42)
LAURO PAIXÃO