Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


TANGO LAMENTO
(Música no link abaixo)

http://www.maysa.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=2557377

Ciranda aberta para todos os Recantistas.
*Por favor: Não troquem o título da Ciranda.

TANGO LAMENTO

Um Tango, um lamento
É o amor é o ardor
Que não voa como o vento
Se segura...Lento

Que queima por dentro
Tão ínsito, tão íntimo
Intimidado, assustado
Quase anunciado, declarado!

Que num certo instante
Delirante de emoção
Vem a loucura da PAIXÃO!
Amor que tanto dói

E nas entranhas corrói
Que aperta o peito
Do lado esquerdo
Mas...Tudo acontece

Depois que dançam...
Só se AMAM!
Entre beijos e desejo 
Sobre pétalas no leito!...
(Maysa Barbedo)
**************

TANGO LAMENTO
 
El Tango que bailé com vos
No me olvide mi amor
Mi corazon te reclama
Hoy y siempre estaré a tu lado
Aunque no me quieres
Mas te amo
Y voy te amar siempre.
(Yara Corrêa Picardo)
******************

TANGO LAMENTO
 
Eram de um tango, ao longe
Aqueles acordes estridentes
Diziam de um sentimento
Traído, corrompido pela vida
 
Traziam lembranças doidas
De corpos selvagens
De sentimentos intensos
Que sumiam no amanhecer
 
Um dia não veio a noite
Ficou no vazio do fim do dia
Restando apenas um tango
Um tango de lamento
(Darcy Valentim Medeiros Filho)
***************************

TANGO LAMENTO
 
Um tango em tom de lamento;
Lânguido, dolente, nostalgia.
Lembro-me bem, da alegria
Que sentimos nesse bom momento.
Jubilo novamente ao relembrar
Nosso tango a tocar na estação.
Em meu peito, fervente emoção,
Revivo nosso amor, só de lembrar.
(Bosco Esmeraldo)
***************

TANGO LAMENTO
 
Tango...o bailado perfeito do amar
Do amor, que era imperfeito, e deixou-se abalar
Amor que bailou, em festa, no salão
E que agora 'baila', em lamento, na solidão.
(AninhaGR)
**********

TANGO LAMENTO
 
Um tango com amor
Sutileza de teus olhos
Beijos molhados a cair em mim
No balé da existência
No tango da vida
Beijos molhados de saudades
Como me lembro dos tempos
De amores inesquecíveis
Hoje apenas choro de dor
Em um coração dilacerado
(Renato Dieckson)
***************

TANGO LAMENTO
 
Dance o tango
das estrelas
e sonhe
com uma pista
de desejos
puros
(Fred Albano)
***********

TANGO LAMENTO
 
Apesar de trágica,
sua poesia é mágica...
O tango nos tira do sonho,
irreal, risonho,
e nos mostra a realidade,
que não é só felicidade...
Em sua sensualidade,
também tem um quê de dor,
de lamento, e nos faz o favor,
de mostrar que mesmo sofrendo,
podemos continuar vivendo...
Um tango bailando,
estamos com o amor dançando,
nossos corpos se entrelaçando,
os desejos provocando,
bocas se beijando...
O tango é amor, é paixão,
despertando nossa mais quente emoção...
(Marcial Salaverry)
****************

TANGO LAMENTO
 
A pesar de tragica,
su poesia es mágica...
El tango nos tira del sueño
irreal, risueño...
Y mostranos
la realidad,
que no es solo de felicidad...
En su sensualidad,
tiene algo de dolor,
y que nos hace el favor de mostrar
aúnque sufriendo,
podremos seguir viviendo
Al bailarmos un tango,
estamos con nuestro amor danzando,
nuestros cuerpos entrelazandose,
los deseos provocando,
las bocas besandose...
El tango es pasión, es amor,
despertando nuestra emoción
más ardiente...
(Marcial Salaverry)
****************

TANGO LAMENTO
 
Um tango que bailou em festas
Nossos corpos unidos
 Munidos de sensualidade
Menos da Senhora Verdade
Nossos Olhos se enfrentavam
Mas nada  incidiam
Nosso suor molhava o assoalho
Com nosso calor
O sangue borbulhava
O amor já não se conjugava
E nisso tudo
Só existia Tango de lamento
(Monique Bright)
**************

TANGO LAMENTO
 
Tango, em lamento,
por entre passos perdidos,
buscando, num novo ritmo,
reconstituído,
o giro certo,
perdido, em lamentações.
 
Tango, em lamento,
os sonhos pisoteados,
coração despedaçado,
por um passo tão acelerado,
inadequado,
ao meu tango canção.
 
Tango, em lamento,
os transeuntes parados,
os olhares desestimulados,
que já não acompanham
o meu tango...
Lamento, no tango,
essa falta de emoção!
(Otelice Soares)
*************

TANGO LAMENTO

Faz-se noite escura, solidão
Que desliza pela alma o advento
Em tom de passos, emoção
De nostalgia e sofrimento
Que adentra o coração
Melodia de sentimento
E acordes de traição
Cadenciando na lembrança
A dança indolente
Num ritmo sem esperança
Do amor perdido, negligente
Que arde por dentro
No convite cinzento
De um tango lamento. 
(Luciano Spagnol)
***************

TANGO LAMENTO
 
Oh! Bandoneons, guitarras e pianos!
Que se debulham em prantos, mil lamentos,
A traduzir na noite sentimentos,
De dor, de amor, paixão, de desenganos...
 
Soluçam, sem pudores, bandoneons...
Um tango sangra a noite, corta os ventos,
A dizer da paixão, de seus momentos
Etéreos, quais as luzes dos neons...
 
Nas sombras, o desejo, que assedia,
Em tons e sobre tons de galhardia,
Explode em mil carícias consentidas...  
 
No palco rolam lágrimas sentidas,
Num tango que revolve mil feridas,
À média luz, fumaças e bebidas...
(Flor do Cerrado)
******************

TANGO LAMENTO
 
Tango lamento
Amor e dor
No compasso da espera
Versejo em torpor
Em passos apressados
Sinuosos de paz
Dois corpos colados
De desejo encantar
Dos seus beijos molhados
Na paixão que vem bailar
Mas tudo acontece
No segundo da espera
Do olhar que enlouquece
Da canção que em ti venera
Braço e abraço
Na firmeza de te conduzir
Pra onde se perdem os sonhos
Ou aonde o coração quiser ir.
(Everson Russo)
*************

TANGO LAMENTO
 
E enquanto o tango acontece...
Paixão, amor, sedução
Na mágica de olhares e passos
Descompasso de corações...
(malu Dab)
*********

TANGO LAMENTO
 
Tango lamento
de doridos sentimentos,
os passos entrelaçados,
olhares compenetrados,
gemidos nos movimentos.
 
Enquanto o violino chora,
ressoa dentro do peito
o elo de amor desfeito
e a lágrima se aflora.
 
E as notas da melodia
vão tocando nas feridas
dentro da alma retidas
drenando toda a agonia.
(Bryzza)
*******

TANGO LAMENTO
 
Acordem que plangem - lamentos
me fazem lembrar os tormentos,
que vivi pensando em ti.
Envolvida em teus abraços,
eu esquecia o cansaço,
me deixava levar, sem cansar.
Tango chora o amor antigo.
Quem me dera estar contigo.
(HLuna)
*******

TANGO LAMENTO
 
Corpos bailam em silêncio pelo salão
Na cadencia perfeita do amor na vertical
Tango, um lamento tão sensual...
Violinos, bandoneon e o piano tocam a canção
Os corações pulsam da emoção existente
Um frenesi de desejos paira no ar...
Corpos uno no universo lúdico da fantasia
Um mundo de emoções e de prazer
Penetrando na alma de quem dança e assiste
Envolvendo neste deslizar de múltiplas emoções...
(Sandra Galante)
**************

TANGO LAMENTO
 
No tango lamento
O meu lamento
Por tua ausência
presente no meu coração
Danço apenas com meus sonhos
Nos passos candentes
da minha paixão
Espero-te! Hás de vir,
cavaleiro do bandoneon
selvagem e afoito.
(CONCEIÇÃO GOMES)
********************

TANGO LAMENTO
 
Estava calor
e a nossa conversa era fria…
Tristes, entramos no salão ensombrecido
e procuramos uma mesa ao acaso…
Para acalmar o meu íntimo tédio
sentei-me escutando o Tango lamento
dolente, plangente
gemido…
E nesse instante, perto de nós,
entrevejo o teu lento movimento,
cruzando uma perna sobre a outra.
Delicadamente
evito a irritação dela...
Não, Não olho para ti…
mas pelos reflexos da luz no cabelo
não tenho dúvida
És tu!
Sedutora,
de saia cortada, descarada…
 
Vem o garçom e apresso-me a encomendar
Bebidas generosas para nos iludirmos…
Reparo então
distraidamente,
nos teus joelhos acetinados…
Oh!
- Que escolheu a minha princesa?
Pergunto, criando mais confusão…
Só os teus belíssimos joelhos consigo ver
Já tu tornaras a cruzar as pernas!
 
Mas foi irresistível:…
Ergui meus olhos para os teus, pérolas negras...
Os meus tão mendigos da tua beleza…
Tão perdidos, tão rendidos…
Tão apaixonados…
Que momento maravilhoso:
 
De novo descruzaste as pernas,
Com charme e com o maior despudor…
E eu fiquei enfeitiçado, contemplando-te!
Foi assim que começou o nosso romance.
Nem me apercebi de ela ir embora
Para sempre…
E se não fora tu quereres-me
naquele Tango lamento
Nunca saberia
o que é uma paixão abrasadora!
 
En en en... en en… ennnnnn…
En en en... en en…
(Nuno Lago)
**********

TANGO LAMENTO
 
É um mágico contentamento
Cores vivas, sedução
Ao mesmo tempo, um lamento
Faz chorar o coração
É o passo - compasso
Troca de olhares acesos
É poesia, é um traço
De infinito desejo
É uma maravilhosa viagem
Da alma pelos confins do céu
É o tango pedindo passagem
Nos acordes de Carlos Gardel.
(DELEY)
*******

TANGO LAMENTO
 
Sonhei... Uma noite quase real
Em teus braços rodopiar
Nos passos em compassos
De um tango em lamento
Místico feitiço em laço
Enfeitiça o fascínio do passo
Dois corações que choram
Em estreito compasso exótico
Mira os olhos em lágrimas
Árduo desejo nos lábios
Seduz-me tuas mãos no toque
Ânsia em êxtase provocante
Tua beleza irresistível
Desenlaça tango em lamento
Na miragem sem fim
O areal me enfeitiçou
Sem limite de amar
(Ma Socorro)
***********

TANGO LAMENTO
 
Nos passos, no palco
Da vida!
Esta doce agonia compartilha
Nos olhares fixos
Nas contrações do corpo
Na sedução...
Não se finda!
(Flor Coral)
**********

TANGO LAMENTO
 
Intrigante e apaixonante,
O teu olhar,
Surpreendente e elegante,
O teu flutuar,
Ao dançares aquele Tango Argentino.

Era um Tango Lamento,
Que me transportou a um passado,
Ao qual eu já havia abdicado,
E acreditava,
Que de fato tivesse morrido.

Por pouco não subi ao palco
Pra dançar contigo.
Confesso que foi muito difícil,
Mas, a razão me conteve.
O que teria acontecido?

Essa pergunta não quer calar.
A cena está viva na minha lembrança.
O Tango Lamento
Reavivou um sentimento,
Que não se perdeu na distância.
(Jeronimo Madureira)
******************

TANGO LAMENTO
 
Acabes com meu tormento
Enlaça-me pela cintura
Envolva-me com seu ardor
Quero sentir teu corpo
Nesse tango multicor
As vezes descompassado
Sofrido e magoado
 Pelo ciúme e a dor
Melodia em lamento
Acordes de sofrimento
Que fala de nosso amor
(Malu Novo)
**********

TANGO LAMENTO
 
Tango lamento de amor
No ocaso ao sol-pôr
Na saudade adormecida
E quando o tango se ouve
De lágrimas se comove
O tango que é a vida

Tange a música em surdina
E sob a densa neblina
Os acordes da canção ...
São do tango um lamento
Que voa alto com o vento
Levando doce ilusão!
(Maria Zélia Gomes)
*****************

TANGO LAMENTO
 
Vem dançar comigo!
Bailar no salão
Esse tango é nosso
Vem sentir a emoção
Vem dançar comigo!
Viajar nos meus braços
Esse tango é nosso
Entre nesse compasso
Vem dançar comigo!
Que a hora é agora
Esse tango é nosso
Deixe a vida lá fora
Ah, esse tango lamento
De amor desarmado
Não há dor que desarme
Esse nosso bailado
(Marina Alves)
************

TANGO LAMENTO
 
Danço com você
Em pensamentos
Uma dança de
Olhares e desejos...
 
Um tango lamento 
De pura paixão
Arde a alma
Esquenta o coração...
 
Quando abro os olhos
O salão está vazio
Apenas delírios meus
Dê um sonho que acabou...
(Fábio Motta)
************

TANGO LAMENTO
 
E bem lá dentro de mim
ainda segue bailando
aquela que se faz presente
mediante uma recordação,
ao sentir a dor que lamenta
o peito ouvindo um tango
que lamenta e reflete saudades.
(Alexandre Oliveira)
*****************

TANGO LAMENTO
 
No oriente não tem tango lamento,
porém os sentimentos são universais
e um tango lamento tem isso...
além de marcar as nossas batidas
ao som de um bandoneón.
(Fujiyama Shiroaoi)
*****************

TANGO LAMENTO
 
Dançar nosso tango ao luar
Quanta alegria e satisfação!
Dançaria contigo em qualquer lugar
Até sentir rebentar o coração!

Dançá-lo até de madrugada
No segredo de nossos pecados
Dançar aquela música amada
No silêncio de nossos segredos.

Nosso tango é um doce lamento
Um suave gemido com ternura
Torrentes de prazer e dor.

Doce, pura emoção, sentimento!
É refúgio para quem procura
Na vida, a paz para cada momento.
(Ana Flor do Lácio)
****************

TANGO LAMENTO
 
Tango - lamento
Solidão - sofrimento
Desespero de um coração
Perdido entre amor e razão

Buenos Aires querida
Traga de volta ainda dia
O amor de outrora
Que em meu peito aflora

De um passado ainda recente
Que mora em meus pensamentos
Insistindo ficar presente

Entre tangos meu coração se perde
Teimando chorar lágrimas tristonhas
Esperando em minha esperança
Reviver o amor em noite de insônia
(Rosa dos Anjos)
**************

TANGO LAMENTO

Não vês em mim a tempestade
que se formou através do vento?
Não sabes que sou um tango sem vontade
que ardo de dor neste momento?
Sei que amanhã poderei ser o todo ou metade
A espalhar paixão retraída e sofrimento
serei pra sempre  como um tango lamento?
Oh Deus! Não, não é esse o meu intento
Recomeçar...Agora...É tarde...
Não, não!  Nem tento!
(Mariluxa)
*********

TANGO LAMENTO

Em um tango de passos lentos
Fica no ar o lamento
Da caliente que sempre fuera
Fera sem nenhuma estribeira
Da pétala levata ao vento
Da areia que mostra o tempo
Em passos de tango lentos, lamento.
(Dija Darkdija)
************

TANGO LAMENTO

Quero dançar, dançar
Só com você, meu par
Quero te envolver no contentamento
Sem tango lamento.
 
Com a mão borboleta
Voaremos pro infinito
No amor mais bonito
Entre compassos
Desenhar as estrelas em nossos passos
Cintilando na dança faceta
Porque Tango lamento
É encaracolado dança do sentimento.
 
Vamos fluir aos ares
Ondular os mares
Fazer um festival
Com o tango angelical.
(Anna Lucia Tavares) 
******************

TANGO LAMENTO

Na melodia deste tango
choro em lamento a sua ausência
uma ausência que nesta dança
me deixa solitário
sem poder sentir teu corpo,
um tango que agora lamento
estar dançando sozinho
mas carrego sua presença
em meu pensamento, em meu coração.
(Alexandre Brussolo)
*****************

TANGO LAMENTO

O som voava ao longe feito eco
Na sala o passo lento deslizava
Tão só o coração num olho seco
Cantava com lamento, recreava
 
Embalo em sonâmbulo afoitava
Na noite solitária em canto tarde
Fazendo moradia e rastejava
Ao da badalada oculta, embalde
 
A festa sem ter risos entre amores
Ficara solitária ao tom do tango
Que no salão roçava em bastidores
 
Por fim o olhar caiu em outro olhar
Que adentra silencioso com afago
A noite cai nos braços deste olhar
(Sonia Nogueira)
**************

TANGO LAMENTO

Espero-te  meu amor, sem medo, sem pudor,
Querendo, sonhando, esta noite contigo dançar,
Venha, e traga este sorriso bonito, malicioso,
Que eu quero no embalo deste tango me entregar.

Não demore, pois quando nossos corpos se tocarem,
Os seus braços, os meus com carinho vai encontrar,
Quero eternizar este momento mágico com calor,
Entre as canções e passos te mostrar o que é amar.

Minha alma te chama, não me deixe esperar muito,
Soltei meus cabelos e trouxe a rosa que porei entre os dentes,
Vamos curtir, e deixar o sangue ferver, eu e você
E viver com a música o tango, e o grande amor da gente.
(DOCE VAL)
***********

TANGO LAMENTO

Ao ritmo do Tango lamento
Sob a luz do luar
A gente dança
Parando por um momento
 
É o contraponto da música
De acordes envolventes
Conspirando com a Vida
Para separar a gente.
(Ysolda Cabral)
*************

TANGO LAMENTO

Conduzindo sua dama próximo a si como diamante,
Levando-a junto à si de um lado a outro do salão,
Belo, imponente e cheio de garbo, e orgulho
Roubam as cenas com seus belos trejeitos de amantes,
E da dama usurpas o belo corpo e seu coração
O bandonion conduz seu ritmo, leve solto faceiro,
Impõe o bater firme no solo de teu salto ao sentir o ritmo,
Demonstras que mesmo bailando, conduzindo a dama
Teu coração chora ao ritmo da bela dança deslizada,
Anunciando o teu choro, mesmo com a tua amada
Na Vieja Boca de Gardel, deixando o teu lamento...
(DELY THADEU DAMACENO)
***************************

TANGO LAMENTO

Tango...
céu aveludado
Estrelas cintilantes
Perfume de acácia no ar
Em teus braços a rodopiar
O mundo inteiro parece se dobrar
A este mágico momento
Não tem nada a perturbar
Entre nós o espaço inexiste
Somos donos desta noite
Até a lua nos reverencia
A pratear o chão salpicado de emoção.
(Marissol yozzeph)
***************

TANGO LAMENTO

Hoje, irei dançar o tango lamento
Do qual venho tentando fugir
Para não sofrer, faz muito tempo.
 Agora, já não posso desistir.
 
Traição, para mim, é a maior razão
De, num amor, colocar fim,
Porque machuca o coração.
E, foi isso, que fizeste a mim.
 
De negro e carmim eu me vesti,
A mesma rosa no cabelo coloquei.
Quando no salão, eu entrei,
Tu já estavas e, a  ti,  sorri.
 
Mas o tango se iniciava,
Minha tristeza não consegui disfarçar.
 Tu vieste me tirar para dançar...
Lágrimas verti, pois nosso amor acabava.
(Maria Tomasia)
************** 
Maysa Barbedo
Enviado por Maysa Barbedo em 15/10/2010
Reeditado em 19/10/2010
Código do texto: T2557377

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Maysa Barbedo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
2967 textos (350896 leituras)
7 áudios (1585 audições)
104 e-livros (20345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 20:48)
Maysa Barbedo