Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um conto de Páscoa...

   Uma menina de 12 anos pergunta ao seu tio:
   _ Tio Samuel o que comemorávamos na Páscoa antigamente?
   _ Há muito tempo atrás comemorávamos o fim do frio do inverno e o inicio da primavera, a oportunidade de trabalharmos no campo para o sustento de nosso povo.
   _ Mas com o tempo isso mudou, o que então passamos a comemorar?
   _ O fim da escravidão no Egito! Dizia tio Samuel profundamente emocionado.
   _ E depois?
   _ Depois veio o Cristo e aquela festa que era hebraica foi incorporada ao Cristianismo e tornou-se um marco da libertação espiritual, pois o Cristo veio ensinar novas e recordar velhas lições esquecidas... Dizia Samuel com lágrimas nos olhos.
   _ Então quer dizer que Páscoa – significa LIBERDADE?
   _ O que você acha? Perguntou o tio agora desejoso de conhecer o que a sobrinha havia entendido daquela conversa.
   _ No passado a Páscoa significava a ESPERANÇA de vencermos a fome, que era uma forma de libertação; depois ela significou a LIBERDADE física quando saímos do Egito; e por fim ela se tornou espiritual...
   _ Como assim?
   _ Com Jesus aprendemos um novo significado para a LIBERDADE, pois essa se tornou espiritual, quando Ele ensinou que a morte não existe, que a vida continua sempre e que estamos aprendendo uma lição a cada dia, que o reino dos céus habita em nós, quando Ele ensinou a perdoar, a amar até os inimigos, a viver!
   _ Lindo! Mas por que você ficou triste?
   _ E que meus coleguinhas acham que Páscoa significa OVO DE CHOCOLATE, e isso é muito triste... Disse a pequena chorando.
  _ Então cabe a você lembra-los! Peça a professora permissão para contar uma história e lhes conte essa sobre a Páscoa e proponha aos seus colegas que ao invés de quererem ovos, que troquem gentilezas e que ajudem um irmão necessitado a comer melhor, a viver de forma mais digna, afinal de contas nós estamos aqui de passagem e a única moeda que poderemos levar são as virtudes e as boas ações que fizermos, certo?
   _ Sim! Obrigada tio.
   Ela falou na escola e naquele ano foi feita uma grande arrecadação de alimento para os mais pobres do bairro e as crianças trocavam seus ovos caros pela oportunidade de doarem-se como Jesus, que nos deixou o seu exemplo de amor ao dizer do alto da cruz:
   “_ Pai, perdoai-lhes, pois não sabem o que fazem!”
Luciana Monteiro
Enviado por Luciana Monteiro em 23/04/2011
Código do texto: T2925544
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciana Monteiro
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil, 45 anos
1850 textos (94383 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/18 02:36)
Luciana Monteiro