Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Plautis Clérigo de Arkam - Dummer O Bardo (Parceiros de Eldrig)

O Suor escorria pela lateral do meu rosto, eu estava com medo , Uldor, o mais velho e experiente guerreiro da guarda tinha sido derrotado apenas com um golpe daquela besta, seu corpo jazia a esquerda, cortado ao meio como um pedaço de manteiga, o que já tinha sido o homem mais forte dentro das fileiras de guerra, agora era um amontoado de carne e tripas frescas.

Qual chance eu teria agora, contava apenas com a ajuda do jovem Bardo,Dummer, um jovem sagaz, mas ainda sem experiência em batalhas, percebia que ele estava se cagando de medo, ainda sim usava seu tambor para entoar a canção de guerra do nosso deus, com sua voz trêmula

-"O justos prevalecem, o mau sucumbira, diante da nossa espada, morte o mau conhecera, nosso senhor Arkman, com a benção do seu arco e sua espada, aos seus ele não abandonara"

Naquele momento eu desconfiava se Arkman podia nos ajudar, como uma missão de reconhecimento se tornou o momento mais aterrorizante de minha vida, olhando diretamente para aqueles olhos vermelhos, dava pra ver sua própria morte, caso você o encarasse demais, e da sua boca saia fumaça, tão quentes que eu sentia ela percorrer todo meu corpo, que estava quase prestes a entrar em combustão expontânea

Já estava sem esperança. - "Maldita hora que resolvi me alistar, agora vou morrer devorado por essa fera, no meio desse nada, sem nem ter criado um nome para mim, sem nem ter conhecido o amor de uma mulher" Algumas lágrimas escorrem dos meus olhos, porém ainda escuto a canção de Dummer mais forte do que nunca,e em menos de segundos um clarão se abre no céu e um raio em forma de flecha acerta aquela enorme fera no meio da testa, nosso deus escutou nossas preces, a fera parece paralisada, como eu fiquei feliz por aquilo

Desculpe Uldor, não posso levar teu corpo, você morreu como guerreiro, levarei tua maça para provar isso e a corrente com seu brasão, assim nunca esqueceremos de você

Me viro e saiu correndo junto com Dummer, para nosso forte reforçado, Arkman nos salvou dessa vez, mas na próxima talvez não tenhamos tanta sorte, vingarei Uldor, restaurarei minha honra ou morrerei tentando, eu sei que aquela fera vai aparecer de novo, Uldor foi apenas uma fatalidade, ela sempre esteve a minha procura.

Dummer olha para mim, mesmo sem nenhuma palavra trocada, entendemos o que queremos e o que pensamos, continuamos a correr, com medo entre nossas entranhas e corações.
Eldrig Stonebear o Errante
Enviado por Eldrig Stonebear o Errante em 18/07/2018
Código do texto: T6393070
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eldrig Stonebear o Errante
Salvador - Bahia - Brasil
15 textos (264 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/18 20:02)
Eldrig Stonebear o Errante