Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um gesto amável

A van do banco parou numa barreira da polícia. Um policial aproximou-se, cara de poucos amigos, e me abordou:

- O que está fazendo?

- Levando minha família para o aeroporto - retruquei.

O policial olhou para os meus passageiros: oito mulheres e crianças, assustados.

- Eles não se parecem nada com você - avaliou ele.

- São meus filhos adotivos - expliquei.

- Filhos adotivos... e você têm os papéis?

- Claro - respondi, exibindo os certificados de adoção. E, junto deles, um maço de cédulas de 1.000 dong. O policial deu mais atenção às notas do que aos certificados.

- Está bem... pode passar.

Naquela tarde, quando voltei ao aeroporto com mais um grupo de sul-vietnamitas, e fui parado novamente por uma blitz, o policial que me abordou fez o seguinte comentário:

- Eu já não o vi por aqui hoje?

- Gentileza salva vidas - atalhei, entregando mais um pacote de notas de 1.000 dong.

- Você é um espírito amável - respondeu o policial, nos franqueando a passagem para o aeroporto de Saigon - e a liberdade.

- [01-08-2018]
Alex Raymundo
Enviado por Alex Raymundo em 01/08/2018
Reeditado em 02/08/2018
Código do texto: T6407036
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto original do site http://recantodasletras.com.br/autores/raymundo.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Raymundo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
1262 textos (63808 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/18 03:34)
Alex Raymundo