Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOM RATÃO, O REI DA RATOLÂNDIA



Lá no mundo asqueroso chamado esgoto, os ratos se reuniram numa votação para escolher o líder, o rei do esgoto ( também chamado Ratolândia).
Dois ratões fortes e muito temidos pela rataria, disputavam quem seria o rei. Arroto e Catarrão eram dominadores, só pensavam neles! Não por acaso só viviam de pança cheia.
Eram astutos! Durante a madrugada saíam dos bueiros, e adentravam as cozinhas dos restaurantes e lanchonetes. Lá se fartavam! Evitam sair durante o dia pois muitos deles eram mortos a pedradas e vassouradas. Mas quem disse que isto fazia a população diminuir​!? A população de Ratolândia a cada dia aumentava para desespero dos comerciantes e transeuntes. Mas têm pessoas sem noção que contribuem para que haja essa praga, pois jogam lixo nas ruas. Os coitados dos garis sofrem e os ratos fazem a festa! E por falar em festa, lá no " paraíso da imundície" chamado Ratolândia acabou a votação, e o eleito rei foi Catarrão. O Arroto contesta, solicitou a recontagem dos votos. Catarrão zomba de seu adversário chamando - o de cagão. O resultado veio e foi confirmada a vitória de Catarrão, ex-rato branco que fugiu do laboratório e virou rato de esgoto. Arroto mesmo assim participou da festa do seu rival, só por causa da comida. Que rato glutão! De madrugada todos estavam já embriagados porque tomaram do resto da cerveja nas latas jogadas na caçamba e nas calçadas. Foram dormir no amontoado de lixo no local onde outrora era uma praça bem arborizada e com muitos brinquedos para a garotada. A praça hoje se encontra abandonada. Hoje ela pertence ao território imundo da Ratolândia. Os ratos parabenizam Catarrão e gritam em coro:
"Catarrão, nosso rei Dom Ratão! Quando existe o abandono a sujeira toma conta! Viva a sujeira! "
Nessa hora começa a chover! A rataria toda entra no bueiro. Arroto ainda fica tomando cerveja. Quando bêbado ficava mais brabo ainda! Rato barbudo, ladrão e ignorante... Todos tinham mais medo dele. Catarrão já era mais amigo de todos. A chuva veio forte, a cidade toda ficou inundada. As águas davam quase no joelho das pessoas. Muitas cervejas de latões que os ratos beberam  e urinaram nas águas da chuva. E a cidade teve um surto de leptospirose!
Por irresponsabilidade dos moradores que descartam lixos em locais inapropriados e por descaso dos governantes ( amigo dos ratos)  que não pensam em saneamento básico a  Ratolândia dominou toda a cidade.

( Autor: Poeta Alexsandre Soares de Lima)
Poeta Alexsandre Soares
Enviado por Poeta Alexsandre Soares em 23/02/2021
Código do texto: T7191344
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poeta Alexsandre Soares
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil, 44 anos
692 textos (6290 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/02/21 03:00)
Poeta Alexsandre Soares