Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E ele, encontrou sua nova missão de vida.
 
Elza acreditava muito em vida após morte. E em viagens astrais
Ela perdeu um ente querido recentemente por COVID-19, e sentia profunda tristeza, porque ele o Pedro era um grande amigo da família.
Era muito devoto de Nossa Senhora Aparecida e fazia parte do terço dos homens. Rezava fervorosamente o terço, todas as manhãs e a noite antes de se deitar. Era uma pessoa dedicada á esposa e as filhas tão preciosas e amadas. Fazia sempre o bem para todos que o procurava, e rezava muito pelos doentes. Aonde ia fazia amizade, possuía um grande carisma.
Numa noite atípica. Elza sonhou com ele duas vezes. Talvez até porque durante o dia ficou lembrando das coisas boas, das alegrias que ele proporcionava, apesar de lidar com quadros depressivos de vez em quando.
A noite Elza ficou sabendo que seu irmão sofrera um acidente de moto, e estava internado, como mora longe não é fácil viajar para visitar, e foi deitar muito triste.  Claro que bateu o medo de que ele falecesse. Logo ao adormecer fez uma viagem astral, junto com o esposo Angelo e sua cunhada Liana. E nessa viagem astral, foram visitar o Pedro que havia falecido, e no sonho o irmão também estava lá.
Chegando lá entraram numa imensa enfermaria, que não dava para ver o final, de tão gigante. toda de cor azul clarinho com camas impecavelmente brancas. O irmão estava deitado sem falar nada, dormindo. Mas o Pedro estava sentado numa cama com um terço (rosário) de contas que brilhavam como pequenas estrelinhas. Ele estava todo de branco, vestido de enfermeiro, assim foi a impressão passada, e estava rezando o terço de Nossa Senhora.
Cumprimentamos ele, que nos recebeu alegremente, chamando o esposo de Elza de compadre como sempre fazia. Conversou um pouco perguntando por todos daqui da terra e disse que estava com fome. E os levou para fora desta enfermaria. Chegando lá fora foi até uma árvore, frondosa imensa e cheia de frutinhas redondas roxas. Comeu bastante das frutinhas e um enfermeiro trouxe para ele um copo de um suco parecido de uva. Ele estava feliz, e falava bem empolgado que estava vivo, cumprindo outra missão. Precisava rezar muito e cuidar da enfermaria, ele estava todo de branco. E rezar pelos que ficaram na terra.
Elza acordou de repente, aterrissando na terra, de novo em seu corpo. Foi na cozinha bebeu água e voltou para dormir novamente. Fez algumas orações e ficou por uns momentos pensando na viagem astral, tão atípica.
Adormeceu novamente, e novamente começou a sonhar, até parecia continuação, só que desta vez era o Pedro que vinha na terra nos visitar. E estava a família toda reunida. Elza o avistou e foi recebe-lo e conversava com ele, ele estava todo alegre, e falava sem parar que estava bem, que estava vivo. Então a sogra Jane escutou Elza conversando com Pedro, e como não o via, mas entendia que Elza estava conversando com ele, começou a chorar copiosamente, falando que não sabia que ele tinha morrido. Pois entendeu que Elza estava falando com o espirito dele. A Liana viu a mãe chorando e ficou nervosa com Elza, falando porque ela teria contado a verdade para a senhora idosa que não sabia do falecimento do genro. Então Pedro começou a falar com Liana também que estava vivo. Que não tinha problema contar para ela. Ele viu a esposa Belinha, e as Filha Ana e Kate. Ficou feliz de ver que todos estavam bem. Então disse que tinha que voltar, para cuidar de sua nova missão, que era rezar para as pessoas sofredoras daqui e de lá, levando energia e vibrações positivas, receber as pessoas no outro plano. Enfim ficar na enfermaria da outra dimensão. Enfim ele foi resgatado da terra para ajudar na recuperação de desencarnados que estava chegando.
E Elza acordou, novamente deste sonho, que na verdade era, uma visita do astral. E ficou feliz de saber, que seu cunhado estava bem, e estava curado, já assumindo suas funções espirituais. Afinal, como Jesus Cristo mesmo dizia, há tantas moradas, e todos nós ainda vamos passar por este processo. Quem fica sofre, quem parte também sofre e leva um tempo para se encontrar e se curar. Como Pedro era uma pessoa muito evoluída, logo encontrou o seu novo rumo. E ia continuar cuidando de quem estava chegando e rezando seu terço cheio de luz cósmica. E enviando vibrações de cura, conforto, e bom ânimo para quem ficou aqui na terra. Nosso planeta está abrindo-se para nova era e quinta dimensão. Muitas mudanças ocorrerão, e a ascensão em vida também é complicada com muitos sintomas. Muitas mudanças também estão havendo na terra, que muda um pouco seu eixo, e vibrações. E a vida continua, aqui ou em outra dimensão. Muitos não acreditam, mas boa parte já sente que a alma é imortal e migratória.

______________________________-----___________________________
imagen blog letra espírita



 
Norma Aparecida Silveira Moraes
Enviado por Norma Aparecida Silveira Moraes em 29/06/2020
Reeditado em 29/06/2020
Código do texto: T6991437
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Norma Aparecida Silveira Moraes
Suzano - São Paulo - Brasil, 61 anos
8475 textos (252499 leituras)
3 áudios (599 audições)
282 e-livros (14196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 18:08)
Norma Aparecida Silveira Moraes

Site do Escritor