Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma noite de natal

Era noite de natal, o entardecer prometia uma linda e graciosa noite de festa. Todos se preparavam para mais uma festa, muitos presentes estavam aos pés da arvore e a mesa pronta para acontecer o que sempre acontece. Um grande jantar, excelentes vinhos e as crianças ansiosas corriam por toda a casa como sempre.
A lua surgiu trasparecendo sua performance e prometendo atuar de forma magnifica. A família e os convidados estavam ao som de musicas agradáveis e partilhavam de um papo, esperando a hora de iniciar a festa.
Assim começou o que parecia ser mais uma noite de natal.
Foi no momento de maior ansiedade que tudo aconteceu.
Uma criança perguntou.
- O que significa natal?
Um senhor logo respondeu.
- É o aniversário de Jesus.
- O senhor quer dizer que o natal é uma festa de aniversário?
O senhor se levantou, respirou fundo e respondeu.
- Claro, isto mesmo, mas...
A criança o interrompeu e voltou a questionar.
- Aniversário como? Jesus sequer está presente. Ninguem convidou Jesus porque?  Eu não gostaria que festejassem o meu aniversário sem me convidar, isto não honra ninguem.
Uma jovem se ergueu e respondeu.
- Isto é apenas uma ação religiosa, minha prima, Jesus morreu e não pode vir para sua festa.
A criança então olhou um por um dos seus convidados e no breve momento de silencio que tomou conta da casa, ela afirmou.
- O natal é o nascimento de Cristo nas nossas vidas, ele não quer festas ou presentes, mas ele nos quer fazendo o que ele fez. Jesus veio ao mundo para expressar amor, paz, confiança...  ...vamos celebrar a Jesus compartilhando amor, perdão, tolerancia e deixando a verdade dele nos libertar de preconceitos...
A jovem começou a chorar, a criança continuou.
- Vamos comemorar o natal nos comprometendo fazer de nossos dias dias melhores, vamos comemorar o natal de braços abertos como Jesus que morreu de braços abertos. Vamos esquecer as dividas, vamos perdoar aos que nos devem, vamos lutar pelos que neste momento estão sem sequer um abraço amigo. Vamos ser sensiveis com o nosso semelhante e amar o nosso próximo como amamos a nós mesmos e então estaremos festejando o verdadeiro natal
Todos neste momento de choro e clamor se abraçaram e então a alegria reinou naquela noite.
O aniversariante estava presente.
A festa apenas começou.
Fabian Diniz
Enviado por Fabian Diniz em 12/11/2007
Código do texto: T733779

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabian Diniz
Irecê - Bahia - Brasil
35 textos (13021 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 03:46)
Fabian Diniz