Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO BOSQUE ENCANTADO



Era primavera, as flores desabrochavam , as árvores se vestiam com seu melhores trajes, o bosque estava realmente encantado. Borboletas flutuavam saindo dos seus casulos, as fadas encantadas voavam salpicando cores do arco-íris em todos os jardins assim as flores brotavam de todas as cores.
Os Duendes apressadinhos corriam de lá para cá, alguns fazendo as suas tarefas outros  praticando as suas fantásticas aventuras deixando as joaninhas e outros insetos felizes com a movimentação do bosque.
Certa manhã, aparece por ali um esquilo que não morava naquele bosque e vendo o encanto daquele lugar onde todos viviam na mais perfeita harmonia ele cuidou logo de procurar o chefe para pedir permissão de criar seus filhotes entre o bem e a paz daquele lugar, pois vinha de um lugar onde os humanos viviam fazendo maldade e tirando a tranquilidade de todos os bichinhos que fugiam sem destino abandonando as suas casinhas.
Como estava cansado e faminto  comeu um coquinho e deitou para descansar, assim bem mais disposto falaria com o chefe senhor Macaco Juca e assim que acordou os passarinhos fizeram questão de acompanhar até a casa do chefe que o recebeu com muita estima,
De volta para buscar a sua família, segue pensativo e encantado com a beleza daquele lugar, quando avista duas raposas cochilando embaixo de uma árvore toda florida, foi se aproximando, porém desconfiado sem saber qual seria a reação das duas uma de pelos dourados e a outra de pelos caramelo escuro.
Teria que se ariscar e foi dizendo:
- Olá senhora e senhor! Posso me apresentar?
As duas raposas de um pulo ficaram de pé, - Mas quem é você ? Por aqui não existem bichos da sua raça, de onde veio e o que veio fazer? – As duas faziam várias perguntas deixando o pobre do esquilo tontinho.
- Desculpe ter acordado vocês assim, Gaguejou o esquilo.
- Vamos responda as perguntas? Gritou a raposa de com caramelo.
- Eu passava quando vi esse bosque encantado e resolvi entrar,
- Aqui não aceitamos forasteiros, melhor sumir pelo mesmo caminho que chegou.
- Mas eu fui falar com o chefe e ele permitiu que eu venha morar aqui com os meus filho, -Disse o esquilo todo contente.
- Então se  falou com o chefe Macaco Juca está tudo certo e seja bem vindo com sua família.
O esquilo partiu saltitando de alegria, e logo voltaria trazendo a sua família para viverem naquele lugar encantado.
Dias depois voltava ela o esposo e dois filhos ainda bebês, uma casinha estava a sua espera e logo que se instalaram foram até a praça por ordem do chefe onde foram recebidos com uma grande festa de boas vindas.

Autoria- Irá Rodrigues
http://iraazevedo.blogspot.com.br/
Diretora Internacional da divisão de Literatura Infanto-juvenil

irá rodrigues
Enviado por irá rodrigues em 13/06/2018
Código do texto: T6363418
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
irá rodrigues
Santo Estevão - Bahia - Brasil
3476 textos (48273 leituras)
11 e-livros (296 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/06/18 10:22)
irá rodrigues