Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Kurumim



        Benício, a quem chamo carinhosamente de Kurumim, é meu neto mais novo, com três anos de vida. Tenho outros dois: Daniel (Calanguinho) para quem escrevi Filosofia de Criança e Murilo (Marreco) de quem falei em Mãe é Bicho Esquisito.
        Neto elogiando avos, não é coisa do outro mundo. Daniel dizia: Meu avô sabe tudo, gracioso engano! Avós elogiando netos, chega a ser pieguices. Entretanto há inúmeros casos dignos de registros.
        Kurumim tem uma memória destacada e uma curiosidade incansável. Sempre que ele vê uma coisa nova, a indagação é imediata: - Nome? Então explicamos com detalhes porque outra inquirição já está engatilhada: - Como funciona?
        Quase diariamente ele nos impressiona com seu vocabulário, que julgamos ser além da sua idade cronológica. Daniel também tinha muito disso. Quando pronunciávamos uma palavra de uso não muito corrente, a reação era a mesma.
        Outro dia, Kurumim brincava com os pais na sala, terminada a bagunça, a mãe lhe disse:
        - Benício, agora ajunte seus brinquedos “direitinhos” na caixa. Não quero desordem.
        O garoto deu calado por resposta e ligou a TV no seu desenho preferido. A mãe, que tem muito da minha, metida a “sargentona”, deu um tempo para o que aconteceria e depois já partiu com o dedo em riste:
        - Benício, eu lhe mandei guardar os brinquedos na caixa. Não irei mais repetir o aviso, você entendeu bem?
        Raquel, a mãe e minha filha, contou-me depois:
         - Meu pai, disse-me ela, eu jamais esperava que aquele menino me fosse responder com uma clareza de raciocínio tão apurada. Duvido que Platão na mesma idade tivesse igual perspicácia, mas o pior foi a delicadeza, não pude fazer nada, tive que engolir a seco em nome da Justiça.
        - Mamãe, os adultos também brincaram!
        Então, nós os três ajuntamos tudo e recolhemos ao local adequado.
Um Piauiense Armengador de Versos
Enviado por Um Piauiense Armengador de Versos em 26/01/2019
Código do texto: T6559701
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Um Piauiense Armengador de Versos
Aracaju - Sergipe - Brasil, 72 anos
563 textos (32492 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/05/19 10:10)
Um Piauiense Armengador de Versos