Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A grande corrida - (Minha história)

Toda história tem que ter um início. Então vamos dar um início bem insólito para começar a contar a minha.
Tudo começou a mais ou menos 49 anos atrás. Estava esperando uma chance de participar da grande corrida. Em minha turma, apenas três conseguiram chegar à vitória. Era muito difícil conseguir vencer, e eu era novo, era praticamente parte das últimas equipes que chegaram para a grande corrida.  Se não participasse da seleção desta vez, talvez não tivesse outra chance.
Segundo soube já fazia dezessete anos que o último da turma havia sido agraciado com a vitória. Muitos não acreditavam que alguém mais iria conseguir, mas isto não me tirou a esperança. Estava decidido a vencer, e se houvesse outra corrida com certeza seria a minha vez.
Estava na hora, podíamos sentir quando era o momento certo. Só não sabíamos o que iríamos ter que enfrentar, pois se sabia que muitos haviam morrido tentando. Sabia-se também que muitas corridas acabavam sem ter nenhum vencedor, mas era um risco que tinha de correr.
Teve início a famigerada corrida. Coloquei-me o mais à frente que pude dos outros concorrentes, e eram milhares, para uma corrida de percurso tão curto e final tão imprevisto. Corri com todas as minhas forças. Como era novo, logo consegui superar os mais velhos. Não se conhecia o percurso, mas de alguma maneira sabia-se o caminho. Logo à frente pude ver a chegada, dei tudo de mim, superei os que estavam à minha frente. E assim me abracei com a vitória. E então... Mamãe engravidou, após nove meses... Eu nasci!
Pois é, eu era a apenas um entre milhares de espermatozóides. E sendo assim, já nasci programado para vencer. Pois aqueles que não tem competência para isso, infelizmente... Já morreram. Pense nisso! Nós já nascemos com um instinto de sobrevivência, de superação, de adaptação. Já nascemos vencedores, estamos programados para vencer todas as barreiras que esta vida tentar colocar a nossa frente. E se isso é verdade, eu não posso me acomodar a uma vida medíocre. Preciso continuar a grande corrida, conquistando meus sonhos, traçando metas. Mesmo que existam más notícias, mesmo que queiram me desanimar. Ainda que pareça impossível. Não posso desistir, pois se fizer isso... Já estarei morto!


Marcelo Bancalero


Obs: Sou o caçula de uma família de quatro irmãos, meu pai me fez aos 60 anos. Mamãe já não podia ter filhos com segurança e teve de escolher entre eu ou ela para sobreviver. Mesmo já tendo três filhos escolheu por mim e correu o risco de morrer no parto. É isso, algumas histórias começam assim, com muita dificuldade. Mas as mais difíceis são as que estão preparadas para alçar voos mais altos.
 
Marcelo Bancalero
Enviado por Marcelo Bancalero em 27/07/2007
Reeditado em 08/08/2019
Código do texto: T581701
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Marcelo Bancalero
Votorantim - São Paulo - Brasil, 51 anos
763 textos (68015 leituras)
1 áudios (40 audições)
1 e-livros (13 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 20:05)
Marcelo Bancalero