Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A sorte de cada um

Há tempos não se viam.

Estavam na casa dos sessenta e tantos.

José, baixinho franzino, empunhava agora um par de muletas.

Rodolfo, alto atlético, ostentava a barriga da fartura.

Ouviu a voz fraca de José quando saía do estabelecimento.

A vida fora mais generosa com Rodolfo.

Mas ambos estavam na fila da megasena acumulada.
aluísio de paula
Enviado por aluísio de paula em 08/11/2005
Código do texto: T68913


Comentários

Sobre o autor
aluísio de paula
Curitiba - Paraná - Brasil, 47 anos
701 textos (51479 leituras)
8 áudios (1126 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/20 11:42)
aluísio de paula