Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Século XX

- Diga, amor. Diga que você é minha.

Aquelas palavras brotaram da típica ternura de quem verdadeiramente ama uma mulher. Era tanta a doçura, tamanho o desejo de amar dele, que ela quase respondeu que sim. Em um segundo tudo mudou. Ela pensou na vida que tinha, nas obras que fizera e naquele amor que ela sentia por ele, acima de tudo aquele amor. Um segundo para responder. Quando o sim estava já escapulindo de seus lábios, o não passou na frente:

- Eu não sou sua, amor. Sou minha. Eu sou minha e de mais ninguém.
Arthur Vargens
Enviado por Arthur Vargens em 08/11/2007
Reeditado em 11/09/2009
Código do texto: T729273
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Arthur Vargens
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
40 textos (2450 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 15:49)
Arthur Vargens