Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS DUAS VIZINHAS

        Havia duas vizinhas que viviam em pé de guerra. Não podiam se encontrar na rua que era briga na certa. Depois de um tempo, dona Maria descobriu o verdadeiro valor da amizade e resolveu que iria fazer as pazes com dona Clotilde.
        Ao se encontrarem na rua, muito humildemente, dona Maria falou:

- Minha querida Clotilde, já estamos nessa desavença há muitos anos e sem nenhum motivo aparente. Estou propondo, para você, que façamos as pazes e vivamos como duas boas e velhas amigas.

        Dona Clotilde, na hora, estranhou a atitude da velha rival e disse que iria pensar no caso. Pelo caminho, foi matutando:

"Essa dona Maria não me engana, está querendo me aprontar alguma
 coisa e eu não vou deixar barato. Vou mandar-lhe um presente para
                                    ver sua reação."
 
        Chegando em casa, preparou uma "bela cesta de presentes", cobrindo-a com um lindo papel, mas, encheu-a de esterco de vaca e pensou:

 "Eu adoraria ver a cara da dona Maria ao receber esse "maravilhoso"
                    presente. Vamos ver se ela vai gostar."

        Mandou a empregada levar o presente à casa da rival, com um bilhete:

   "Aceito sua proposta de paz e para selarmos nosso compromisso,
                         envio-te esse lindo presente."

        Dona Maria estranhou o presente, mas, não se exaltou. Apenas pensou:

  "O que ela está propondo com isso? Não estamos fazendo as pazes?
                                    Bem, deixa pra lá."

        Alguns dias depois, dona Clotilde atende a porta e recebe uma linda cesta de presente coberta com um belo papel e pensou:

                "É a vingança daquela asquerosa da dona Maria.
                         O que será que ela me aprontou?"

        Qual foi a sua surpresa ao abrir a cesta e ver um lindo arranjo das mais belas flores que podiam existir num jardim e um cartão com a seguinte mensagem:

            "Estas flores que ofereço em prova da minha amizade.
         Foram cultivadas com o esterco que você me enviou e que
               proporcionou excelente adubo para o meu jardim.
         Afinal, cada um dá o que tem em abundância em sua vida."






                                                                 (autor desconhecido)
Macris
Enviado por Macris em 05/11/2007
Reeditado em 20/07/2009
Código do texto: T724365

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Macris
Valinhos - São Paulo - Brasil
722 textos (57377 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 08:35)
Macris