Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deixei todos os livros lá...

Antes de sair de minha casa, lá longe. Acabei deixando tudo lá nas minhas prateleiras de livro que meu pai construiu a mão para mim… Linda de madeira de lei e aos poucos foram dando frutos, cada um com sua própria cor, autor, conteúdo, idioma e sinônimos.
Aos poucos tive que fazer a colheita dos frutos. E repassar aos que precisam de alimento para a alma.
É claro que sinto falta, mas os alimentos que nutre a alma, não é o mesmo que alimenta a matéria. São objetos porém um esta contido no outro. Mas de visão diferente e isolada.
A ideia é o empirismo sustentar as camadas de futuros, passados  e presentes.
Não tem o palpável só ideias ou ideia. Observável o contexto é retire os objetos do cenário e continuar a observar. Dos frutos se aprenderá que o caminho do palpável ao seu estado sólido da matéria não foi em vão...
Sempre vão.
Ana Galvão
Enviado por Ana Galvão em 14/03/2018
Código do texto: T6279205
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Galvão
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
6 textos (79 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/18 08:37)
Ana Galvão