Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Acesso restrito parte 2

...
Débora mais aliviada, mas ainda ressentida pelo fim de seu casamento, ao menos se tranquiliza pelo segundo problema ocorrido, ou seja, o fato de ter estacionado em local proibido o que lhe gerou alguns transtornos e que só não foram ainda piores pela ação imediata e surpreendente de alguém a qual de quem nem sabia o seu nome.
Às vezes acontecem coisas na vida da gente, para o bem ou para o mal, da qual não temos uma explicação plausível sobre..., no caso desta pobre mulher o acontecimento inesperado não só foi muito bom, como ocorre na hora e no lugar certo.
Seu coração diz que pode sim confiar naquele senhor do qual nem o nome sabia e mais aliviada pede que ele diga como se chama e que desse seu endereço, pois iria pagar-lhe tudo, quando arrumasse este dinheiro e quanto ao favor e o peso que ele havia tirado lhe de suas costas, este só Deus para retribuí-lo.
Então o senhor Aderbal, este era o seu nome, faz mil recomendações á Débora para que não se preocupasse com este assunto de pagamento, pois se tem algo que não lhe vai fazer falta, é justamente dinheiro e que só quer saber se ela se encontra bem.
Ela diz que graças á ele já está bem melhor e insiste querer pagar lhe, mas ele se vê obrigado a revelar-se e dizer de quem se tratava.
Débora neste momento e antes que ele fizesse tal revelação, pede licença ao senhor Aderbal, pois precisava com urgência ligar para sua mãe, à saber de seu filho, que por quase um dia todinho havia deixado o menino para que ela o cuidasse e que ele (Sr Aderbal) a esperasse onde estava para agradecer e se não fosse abusar de sua paciência e nem roubar muito de seu tempo contar o que a fez estar desesperada daquela forma.
Depois de quase 1 hora ela retorna e se impressiona, não acreditando que aquele senhor, que desconfiava ser muito ocupado, pudesse de fato estar ali, no mesmo lugar pacientemente esperando.
Então ela conta-lhe tudo, toda sua vida e sua angústia e o que a fez ficar tão transtornada, assim como ele já devia ter percebido.
Depois de tanto falar, o que á fez sentir-se bem melhor, ela lembra que ele queria revelar-lhe algo que ela estouvadamente havia o podado em sua tentativa de explicação (nesta hora ambos riem bastante do que ela dissera).
Ele diz que não se preocupe e que não era tão importante, mas ela se diz ainda interessada em ouvi-lo, até como forma de agradecer em parte pelo que á fizera.

Aí então demostrando toda sua calma e educação este homem revela a ela quem ele de fato é.
Diz trata-se de um empresário no ramo de automóveis adaptados á deficientes físicos.
Ela demonstra querer saber mais, mas o questiona sobre seu tempo e seus possíveis compromissos.....   
               
           
 ..............continua.........
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 14/06/2018
Reeditado em 14/06/2018
Código do texto: T6363729
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcosvi
Siderópolis - Santa Catarina - Brasil
602 textos (11030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/06/18 10:21)
Marcosvi

Site do Escritor