Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ordem é ser ministro, ou, quem não tem padrinho, morre "apagão"

Romeu Prisco
 
Bastou o atual Ministro da Defesa, Nelson Jobim, homem de compleição física robusta, manifestar a sua sensação de desconforto, que o espaço existente entre as poltronas dos aviões comerciais lhe causa, quando deles se utiliza em suas viagens, para que as companhias de transporte aéreo prontamente se dispusessem a rever a disposição dos assentos das aeronaves, de modo a eliminar aquele "problema".
 
Assim, pensando nessa notícia amplamente divulgada pela imprensa escrita e falada, continuei minha caminhada pela praia, numa linda noite de céu estrelado, até que deparei com um objeto na areia. Abaixei-me, peguei-o, assoprei os grânulos de calcário que sobre ele se  depositavam e tentei remover os mais resistentes, esfregando o objeto com as mãos, quando levei tremendo susto. Repentinamente surgiu um vulto, que, depois, se identificou como sendo um "gênio". Sim, havia achado a lâmpada mágica de Aladim ! Chamando-me de "amo", o gênio disse que eu teria direito à realização de três desejos.
 
Formulei o primeiro: quero ser Ministro da Previdência Social. Realizado o desejo, na  entrevista inicial e coletiva que dei à imprensa, manifestei o meu enorme desconforto diante dos parcos vencimentos que, como aposentado por idade e tempo de contribuição, recebo do INSS, por não ter sido incluído no cálculo do benefício os recolhimentos por mim efetuados, durante certo tempo, à previdência pública municipal. Mal se encerrou a entrevista, toca o meu celular. Era o Superintendente do INSS, dizendo-me que determinara a imediata revisão dos valores da minha aposentadoria, que já seriam pagos a partir do próximo mês, inclusive com o reembolso dos atrasados.
 
Formulei o segundo desejo: quero ser Ministro das Comunicações. Consumada esta aspiração, manifestei, publicamente, minha profunda indignação com os sucessivos e prolongados "apagões" da telefonia fixa e de acesso à "internet", que acontecem na chácara onde estou residindo. Assim que lá cheguei, o telefone fixo, surpreendentemente, tocou. Estava funcionando ! Atendi. Era o Presidente da "Telefonica/Telesp", dizendo-me que, após severa admoestação da ANATEL, antes nunca ocorrida, estavam sendo providenciados, em regime de extrema urgência, a instalação de uma linha telefônica blindada para a minha chácara,  o restabelecimento, em caráter permanente, da velocidade de acesso à "internet", que me fora inicialmente prometida na aquisição do "Plano Internet Ilimitada", e o direito ao atendimento do suporte técnico através de 0800, no lugar da famigerada "Central dos Assinantes".
 
Formulei o terceiro desejo: quero ser Ministro do Esporte. Uma vez materializada esta vontade, em entrevista exclusiva concedida à Rede Globo, exteriorizei o meu descontentamento e a minha tristeza com a situação do Sport Clube Corinthians Paulista, objeto de consecutivas crises administrativas, financeiras e técnicas. Terminada a exibição dessa entrevista no "Jornal Nacional", desliguei o aparelho de televisão e, quando me preparava para dormir, vi-me, novamente, diante do gênio da lâmpada, sentenciando: "amo, agora nem eu posso ajudá-lo. Aqui entre nós, também sou corintiano. Todavia, acabar com conflitos do nosso Clube, foi a única obra que nunca consegui executar, apesar dos incontáveis pedidos que já recebi nesse sentido. O último partiu de Lula, fato este que me deixou muito confuso, porque fiquei, decididamente, sem saber se é o Corinthians que tem a cara do Brasil, ou se é o Brasil que tem a cara do Corinthians."
 
Pronto ! Essa é a minha história. Quem quiser, que conte outra...

--------------------------------------------------------------------------------

Respeite os direitos autorais.
Romeu Prisco
Enviado por Romeu Prisco em 14/09/2007
Reeditado em 14/09/2007
Código do texto: T651856

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Romeu Prisco
São Paulo - São Paulo - Brasil
142 textos (32423 leituras)
9 áudios (4857 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 05:53)
Romeu Prisco