Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

   
 
tamanho original Continho METIDO À BESTA! tamanho original

         quebra-cabeca[1]+%282%29.jpg

Por motivos diversos que não citarei, o quebra-cabeça de minha vida vem se montando pouco a pouco. 

Rezei, fiz acordos e promessas, implorei aos meus guias espirituais pra que trouxessem de volta as partes perdidas de minha memória... 

Peça a peça foram voltando pra que eu mesma remontasse o quebra-cabeça que desfiz e espalhei as pequeninas peças por todos os lados.

Apagaram-se de minhas lembranças junto com episódios ruins, os bons momentos também e grande parte de minha vida! Motivos que não vem ao caso agora. A questão é reencontrar minhas pecinhas que foram-se embora...

Motivos não são importantes por ainda não ser a hora.
Se não tem importância pra mim que dirá pra você! Têm milhões de pecinhas meu quebra-cabeças e estão chegando por todos os lados, enfim! Até que enfim...


Minha infância, adolescência sendo remontadas tal qual em quebra-cabeça que sempre amei montar sobre a mesa da sala de casa quando pequena e ficavam lá, sem que ninguém o tocasse até que finalizado fosse. Quanto maior fossem o número de peças, maior minha alegria ao vê-lo pronto como um quadro pintado lentamente exibe em glamour seu resultado final! O mesmo processo tenho feito com minha vida... Encaixando as que vão chegando, unindo-as, colocando cada uma em seu devido lugar sabendo que não fugirão de mim nunca mais!


 

A vida não para! Recuso-se a ter pressa. Paciência hoje é virtude que adquiri com a maturidade e com os desastres que o excesso de pressa me causaram. 

Se terei tempo ou não, já não importa. Já sou feliz com o que consegui até agora, mas ainda quero mais se possível for e se o Tempo me der tempo... Há um "ponto", uma "questão" que preciso solucionar e só poderei fazer ao ter meu quebra-cabeças-vida todinho remontado... Ainda não é a hora, ainda não é agora!

 

Nada de contos ou crônicas longos com longas histórias. Apenas um humilde “continho” pra anunciar que tudo o que um dia joguei ao vento está voltando em alegrias e bênçãos... Resposta às súplicas que aos Céus lancei! 

Estou montando com muito cuidado pra não perder nenhuma peça e ter meu quadro ao final novamente bem pintado!


 

Se Deus permitir-me ao final chegar, em paz chegarei com a sensação de missão cumprida, de vida bem vivida, de erros consertados, de remendos bem feitos com linha branca e agulha prata em pontos bem firmes pra que não se desfaçam mais...

 

Se ao final não chegar feliz também estarei, pois tive a coragem de recomeçar, a persistência necessária pra não desistir ao encaixar peças certas nos lugares errados e com calma voltar no outro dia e achar enfim a posição correta...

 

E o conto que era para ser um “continho”, longo já está se tornando. 

 

Graças dou aos Meus Anjos, Querubins e Afins pela Nova Oportunidade de ter minha vida de volta e ser dela de novo Senhora!

 

O resto?

 

Já disse, já disse e já disse: 


- A hora não é agora!



by MarCela Torres


Link da IMAGEM: http://www.ressignificando-educacao.com/2010/09/iii-desvelando-saberes-docentes.html






Music tamanho originalVÔ IMBOLÁ tamanho original Zeca Baleiro







tamanho original   BRASIL tamanho original



 


tamanho original  World     tamanho original

 

MarCela Torres
Enviado por MarCela Torres em 29/10/2007
Reeditado em 04/10/2012
Código do texto: T714339
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MarCela Torres
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
310 textos (34744 leituras)
6 e-livros (954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:25)
MarCela Torres