Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAVRADOR DE IDEIAS PLANTA REVOLUÇÃO MONARQUISTA PARA 2021

Marcos Barbosa ---> frc

Outro dia, num dos meus sonhos, cheguei ao Salão Real do Brasil. Foi construído de uma forma, que o Rei via tudo que estava acontecendo à sua volta, dentro do salão. Na parte externa, Sua Majestade Imperial era auxiliado por câmeras, monitoradas pelos membros da Família Real.
Eu peguei meu aviãozinho e decolei, do campo de aviação de Camapuã, na velocidade da luz,,, depois,,, dei uma volta por várias cidades brasileiras, passando por Rondonópolis, Pedra Preta, Fazenda Santo Antônio do Jurígui, Várzea Grande, Cuiabá, Goiânia, Brasília, Águas Lindas e Caldas Novas. Estava tudo em Ordem, as reuniões acontecendo normalmente, nos estádios, centros de convenções ou nas quadras cobertas, como sói acontecer toda noite de lua cheia, no plenilúnio.
Como estava tudo tranquilo, então resolvi tocar direto para a cidade Imperial, Petrópolis, onde foi construído um Palácio de Cristal enorme.
Foi fácil levantar a verba para a construção do Palácio das audiências. Assim que se restaurou a Monarquia no Brasil, numa revolução pacífica, o Imperador decretou que de todo dinheiro do turismo, gasto em moeda estrangeira durante um mês, dentro do Brasil, apenas 10% seria depositado numa conta especial para a construção do Palácio de Cristal. Foi criado um aplicativo e o próprio consumidor, já consciente, exigia a nota eletrônica, pagando a conta através do seu QR CODE diretamente na máquina do comerciante.
Tudo isto aconteceu no terceiro ano do governo eleito em 2018, portanto em 2021, quando a república se dissolveu e as Forças Armadas do Brasil, em ato solene de arrependimento por terem proclamado a república em 1889, devolveu o Poder aos Braganças, restaurando a Monarquia no Brasil.
Assim que o Imperador Brasileiro, um Bragança legítimo, lançou o decreto, monarquistas do mundo inteiro começaram a poupar dinheiro para investir neste país maravilhoso. Conscientes da importância de apoiar a restauração da monarquia, adotaram a visão de que suas despesas com viagem em dezembro de 2021, seria um investimento no futuro do Brasil. A verdadeira elite do bem, do amor, sangue azul, ou vermelho,,, de olhos azuis e de todas as cores,,, Europeus, mestres, gurus, pontífices de todas as religiões e sábios asiáticos,,, africanos,,, vieram passar o natal nos mais diversos pontos turísticos brasileiros.
O milagre aconteceu!  Nossas divisas aumentaram em 30 trilhões de Reais e foram arrecadados “três”,,, apenas três trilhões de Reais, o suficiente para construir um magnífico Palácio de Cristal. Além de Cristalina de Goiás e Cristalândia de Tocantins, muitos países do planeta venderam cristais para o Brasil.
Na esteira de tudo isto, aconteceu um realinhamento da nossa economia, com um potente equilíbrio cambial. Geração de empregos, avivamento no comércio e na indústria e os fazendeiros investiram pesado na agricultura, baixando o preço dos alimentos.
Voltando ao assunto inicial, aterrissei em Petrópolis. Hospedei-me num hotel, troquei aquela roupa de aviador e me vesti de trabalhador rural, com uma caneta de ouro no bolso esquerdo. Era a senha. Quem,,, dos meus,,, me visse,,, saberia quem sou.
CHEGUEI CHEGANDO! ,,, de repente a velha e conhecida “dona Zelite” me barrou.
-- Quem é o Senhor?
-- Sou um lavrador e vim falar com o nosso Rei Imperador.
   Lá de dentro,,, o Rei, um homem “quase onisciente”,,, com o auxilio da tecnologia, claro,,, já interfonou para todos os príncipes espalhados estrategicamente no meio do povo, todos com um ponto de escuta discretamente colocado nos ouvidos.
-- Deixem o homem passar! – Ordenou sua Majestade.
-- “Dona Zelite”,,, esta interferência da senhora não é aceita no Sistema de Governo Monarquista.
-- Mas veja o jeito deste homem!,,, olha como ele está vestido! O Rei não pode receber uma pessoa desse jeito... - Fazendo caras e bocas em gestos de desprezo, logo perdeu o rebolado e a compostura quando o príncipe a interrompeu:
-- O Rei quer falar com o lavrador.
-- Oh!,,, Sim Alteza,,, quem sou eu para confrontar uma ordem de Sua Majestade. -  e virando-se dissimuladamente para o lavrador, com “aquela” cara de pau, disse: -  Eu estava comentando com minhas amigas aqui,,, quando o senhor “CHEGOU CHEGANDO”,,, o quanto o senhor é simpático,,, chamou a atenção de “todas”,,, e todos... Boa sorte na audiência com o Rei, Senhor “lavrador”.
O lavrador se aproximou do Trono, humildemente,,, e quando foi fazer o gesto de reverência, abaixando a cabeça, o Rei se levantou e disse.
-- A partir de hoje,,, lavradores e professores do Brasil não baixam a cabeça para nenhuma autoridade,,, nem para o Rei Imperador. Sou eu quem faço a reverência para Vossas Excelências. Sente-se aqui,,, na minha frente e fale. Estou aqui para te ouvir.
-- A propósito, Majestade,,, porque dizem que o Senhor é Rei e Imperador?
-- Porque sou Rei do Estado e Imperador da Nação. Sabe a diferença entre ESTADO e NAÇÃO?
-- Sim Majestade, aprendi isto com as minhas professoras Nêde Untar e Sarita Baracat,,, na província de Mato Grosso, no início do curso ginasial em 1970. Elas diziam: País é um território delimitado por fronteiras com outros países,,, e no caso do Brasil, nosso atual governo incluiu as 200 milhas marítimas como território Brasileiro; Nação é todo o povo brasileiro, incluindo as Nações indígenas; Estado é uma Nação politicamente organizada. Isto tudo a gente aprendia nas aulas de OSPB, EMC e história, Majestade.
-- Já que estamos numa conversa informal,,, - disse o monarca, bem baixinho, se aproximando do súdito: Quando estivermos falando a sós, depois de três vezes que pronunciar a palavra MAJESTADE , passe a me chamar de Bragança. Vou te contar um “Segredo Real” ,,, é o seguinte,,, as palavras têm poder, mas elas também se desgastam.
-- Entendi,,, então, Bragança, eu já gastei as três palavras mágicas a que tinha direito.
-- Me diga,,, agora que já estamos íntimos,,, você é lavrador de que? - Perguntou o Rei.
-- Eu sou lavrador de ideias. As ideias são minhas sementes. Há muitos anos eu venho plantando o ideal monarquista em todas as cidades do Brasil.
-- Então,,, a partir de agora, usarei o mesmo cerimonial de professores e lavradores, com os escritores e poetas.
-- Em nome dos escritores e poetas brasileiros, eu agradeço, Bragança.
-- Marcos Barbosa, você tem algumas ideias ou projetos para o Brasil, no campo da agricultura e ecologia?
-- Sim,,, Bragança. Antes de entrar de cabeça no campo da literatura, eu estudava muito este assunto. Quando eu morava no Palácio das Águas,,, antes de ir morar na Chácara Cio da Terra, com Socorro Maranhão, foi um tempo de intensos estudos e experiências práticas com questões ecológicas.
O Rei Bragança era um homem de decisões rápidas. Olhou no fundo dos meus olhos azuis,,, de lavrador de ideias,,, e fez o convite.
-- Estou precisando de um Ministro da Agricultura e Ecologia Rural... Marcos Barbosa, o senhor aceita fazer este sacrifício pelo Brasil,,, parar de escrever por alguns anos,,, e por em prática tudo que já aprendeu?
---  ACEITO!

Marcus Aurelius
Enviado por Marcus Aurelius em 12/04/2017
Reeditado em 28/04/2017
Código do texto: T5969220
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Marcus Aurelius
Águas Lindas de Goiás - Goiás - Brasil, 64 anos
220 textos (48386 leituras)
11 e-livros (734 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/04/21 20:00)
Marcus Aurelius