Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

**Joãozinho e.*O leão e a Leoa**SEGUNDA PARTE*

*A princesa grita desesperada:-
___Nãããããããoooooo!!
Mas,pagé voa em direção oposta levando Joãozinho,a princesa se afasta da janela e fica chorando,todos percebem que ela se interessou pelo rapaz misterioso.,Todos alí ignoram.,Quem teria feito o disparo?Ninguem viu,ninguem alí estava armado[aparentemente-não]O rei não podia voltar sua palavra-atrás,Mas,pediu para todos que levantassem as mãos e,aquele que tivese armado iria ser degolado.,Os irmãos de João imaginando que isso iria acontecer,então rapido como ráios sentou encima da arma de fogo,assim ninguem teve a idéia de pedir para os cavaleiros se levantarem.,Manué e Joaquim estavam contentes pensando que o rapaz estaria machucado em algum lugar por alí.,Enganavam-se,pois o Pagé o levou dirteto para casa onde o Guininho os esperava com um balsamo para curá-lo.
___Guininhooooo!Venha me veeeer!! meus irmãos tentou me matar.
____HÌRRÌÌÌÌ!!!tenha medo não Joãozinho,Venha,vou passar este bálsamo e vais ficar são,eu ja sabia que isso iria acontecer....
____Nóóóóssaaaaa!Parece que nunca levei um tiííroooo!Olha só pagé!
 O cavalinho parecia entende-los,olhava para eles com um sorriso nos olhos.,Guininho então se apressa:-
____Venha,chegue aqui Joãozinho,deixe eu te amarrar que jajá teus irmãos chegam e vão desconfiar se te ver solto.
___Virgí nossa...é mesmo...eh eh eh"!
 Guininho o amarra do jeitinho que os malucos fizeram,e,eles chegam comentando sobre o cavaleiro misterioso:-
____Ará que barbaridaaadeee!Já falei que nunca qui podi ser o João seu teimoso,alem de feio João esta amarrado ará...
____Só acredito venu,vamos ver se ele ta mesmo du jeitinhu qui deixei,mais qui é párecidu cum eli é sim....O cara é muitu bunitu...
___É memu...vamus ver então.
 Joãozinho escuta tudo e se segura para não rir.,Os rapaez entram falando com brutalidade,bravos e enraivados:-
___Juão bocóóóó!Fracasso atôa...Cade voceeee?
___Ara Manué,veja aí,não te disse?Olha ele,tá amarelo de tanta fome,ah ah ah ah! bicho do mato,sai daí e vai fazer nosso jantar,andaa!
 Desamarraram o jovem e este vai para o fogão preparar 0 jantar.
 Na mesa,os irmãos comentavam entre sí sobre o que aconteceu,e,nervosos como eles só.,Joãozinho só escutava,sentia vontade de chorar por ver tanta maldade dos irmãos,praque tanta inveja desse jeito?sentia mesmo muita dó deles.,Esperava feliz o dia do amanha para sair daquela vida de escravo dos próprios irmãos.
Manué e Joaquin treinaram tanto os cavalos naquela noite que,os coitados estavam cansados e com dores nas pernas,e,eles nem se importavam com o sofrimento dos animais., Na manha seguinte eles fizeram o mesmo processo amarrando o rapaz no pé da mesa.,Joãozinho com nó na garganta dizia para eles:-
___Meus irmãos,me deixem livre,não vou fugir...prometo que não...
Mas eles dando risada sairam sem olhar para traz.,Trancaram a casa muito bem trancada e,Manué comentava pelo caminho:-
___Estes cavalos duma figa parece que não sabem nem andar,quero ver pular,saltar...deveríamos ver se roubamos outros arríííí!
___Não dá tempo mano,só me preocupo com o pangarézito voador,se ele voltar hem?hoje ele pega o anel da princesa,nóóssáá como ele se parece com Joãozinho cára,demais mesmo mesmo...púúúxa!
__Denovo?Ara,viu muito bem que o Juãobobóca nem arranhão tinha no braço por causa do tiro,voce viu...e pare de falar nele...
 Ao se aproximarem do palacio percebem a princesa debruçada na janela ,com certeza suspirando pelo cavaleiro misterioso.,Só poderia ser um encanto aquele moço,pois nunca existiu um micro-cavalo vodor.
Realmente a princesa suspirava pensando no seu principe :-
----Como se parece com meu Joãozinho...tomara que seje ele mesmo e que ganhara aquele pangarézito de uma fada-madrinha...eu acredito em fada madrinha,minha amiga Cinderela foi salva por uma fada-madrinha...
  O pátio real estava cheíssimo de concorrentes,barulhos de cavalos pulando e caindo era de se fazer dó.,As dezoito horas a princesa olha ao longe e,percebe que lá vem o seu bem amado.,Radiante,ela exclama alto sem perceber sua emoção dizendo:-
___Paaaaapaííííí!!Lá vem ele o meu amooooooor!
 Manué e Joaquim como haviam combinado saiu-lhe ao encontro.
 A princesa percebe e fica sem poder falar,pois sentia medo do que poderiam eles fazer contra o jovem-misterioso.,Joãozinho quando os vê diz para o cavalinho:____Pagééé!Lá vem eles,cuidado,voeeeeee!
O pagé exibiu um belo par de asas e,levantou-se dalí voando deixando todos boquiabertos e até os cavalos pararam olhando para cima.
 Foi mesmo um espetáculo de filme,impossivel ser verdade.,Sumiu nos ares,e,os manos pensaram que ele tivesse desistido:-
___Foram embora Joaquim,menos mal,vamos lá vamos?Pois eu vou pegar a aliança....vou me casar e ser rei,ah se vou,vamos la?
___Mas...veja Manuééé!Ele voltou esta chegando perto da janela da princesaaaa!Enganou a gente direitinhoooo!cretinooo!
 O pagé parou defronte a janela e a princesa disse chorando:-
___Não está machucado?ÓH moço,se não queres te casar comigo,porque voltou?Por favor...tome minha aliança e vais embora porque não me casarei com outro alguem...jamais...amei voce desde o primeiro dia em que te ví na casinha abandonada...voce é...é...
 Joãozinho com lagrima nos olhos pela emoção disse-lhe:-
___Minha princesaaa!!Posso entrar?me reconheceu então meu amor...posso entrar?meu pagésinho precisa voltar para o seu dono verdadeiro,se eu ficar aqui meus irmãos me matam....
Desesperado o rei da um grito ordenando:-
____Entre lóóógoooo!Joãozinho pega a aliança e pula para o lado de dentro acenando a mão para os demais que lá embaixo ficaram...dá um beijo na princesa e todos contemplam a cena romantica.,
  O rei agradece a todos e ordena-lhes que voltem.,Todos obedecem menos os rabugentos dos irmãos do [agora noivo}.
A curiosidade era grandissima em saber quem seria o tal jovem que se parece tanto com o irmão caipira Joãozinho o tal que ficara em casa acorrentado.,Atordoados e sem querer acreditar ouvem o jovem sorridente acenando a mão para eles e dizer-lhes :-
___Olá Mané í Juaquim...voltem pra casa,sou eu óia...Juãozinho,meu amiguinho o dono do cavalinho me soltava todos os dias num sabe? eu não perdí um só dia da festa...estou bem agora,podem voltar...
 Olhando para o cavalinho abraçando sua cabecinha linda disse:_
___Adeus pagé,dê um beijo no Guininho por mim e,venham nos visitar hem?nunca te esqueças de mim...nunca qui vo mim esquece doceis...
 A princesa e o rei tambem beija a cara do pangarezito,e este some nos ares.,Manué e Joaquim ficam paralizados sem poder sair do lugar,descem dos cavalos e ficam olhando para cima boquiaberto.
 Os cavalos cansados aproveitam e saem em disparada deixando-os a pé.,Joãozinho fecha a janela e ordena então ja com a janela fechada:-
____Vão pra casa,não sou mais escravo de voceis....vão embora vão...
 Manué fez um gesto que ninguem esperava,virou-se para o irmão Joaquim e...levantou a mão contra o irmão dizendo-lhes:-
___Tome seu cretinoooo!Enquanto eu virei a costas voce o soltou foi?
 Deu-lhes um tapa no rosto com a mão fechada,e,este lhes devolveu o tapa bufando de raiva e dizendo-lhes:-
____Foi exatamente isso que voce fez seu cretinooooooooo!Búúúrrooo!
____Que...quem é o burro aqui é voce,tonto...queria que João nos visse e veja o que aconteceu idióta,ele roubou aquele pangaré voadooor e...
idióta bestalhadoooo!burrosamente-burroooo!
Saíram dalí aos socos e ponta-pés deixando Joãozinho e todos da realeza felizes pelo acontecido.,Enquanto eles vão se distanciando no estradão a fóra e brigando sem parar.,Joãozinho olha em seu corpo e percebe que está vestido normalmente com a veste de pobre pois desapareceu as vestes que Guininho lhes dera.,O rei assustado pergunta então sem entender o que está havendo:-
___Ma...ma...mas o que significa issoooo??quem é voce?
 Joãozinho encabulado explica ao rei e rainha quem era ele e como era sua vida junto a seus invejosos irmãos,A princesa então explica ao pai;-
___Sim papai,é ele,foi ele quem eu conhecí quando saí com minhas moças aquela manha,lembra que te falei?Me apaixonei por ele e,não conseguí mais esquece-lo...ele pode ficar né papai?Podemos nos casar?
___Tudo bem meus filhos,claro que pode...vamos providenciar vestes reais para voce Joãozinho"Agora principe-João".,Mes que vem celebraremos então o casamento e,a noite será a festa do aniversario da princesa e tambem do noivado de voces e...por favor chame teu amigo Guininho para vir a festa...ele será condecorado...
 Joãozinho até chorou de alegria pois era isso mesmo que ele mais desejava,ver seu amiguinho na festa.,A rainha tem uma idéia então:-
___Ara meus filhos,chamem ele para ser padrinho de voces meus amores...Guininho fará par com tua fada-madrinha filha...
___Mamãããããeeeeee!!!Te amoooooooooooooooooooooo.
 Manué e Joaquim chegam sujos de poeira em casa,pois eles brigaram tanto pelo caminho que assustados seus cavalos os derrubaram no chão e desapareceram estrada a fóra correndo deixando-os a pé.
Ao entrar em casa viram que tudo está do jeitinho que eles deixaram,As correntes que prendiam o irmão estava amontoadinha num cantinho e,os cadeados abertos.,Os irmãos ignorando a tudo e Manué diz então:-
___Como foi que ele conseguiu se soltar?
 Joaquim responde gaguejando de tão nervoso e assustado:-
___Como posso saber?Só sei que tô com o rosto ardendo seu bruto...
___Bruto foi voce,ara,voce quem me bateu primeiro...
___Ara,num vamos ficar descutindo,vamos é bolar um plano para impedir aquele casamento,João num pode se tornar rei nuncaaaaaaaaa!
___Tem toda razão,não pode meeeesmoooooooo!
 Os dois com fome,mas nenhum tinha a coragem de enfrentar o fagão,e nem sabiam cozinhas nada,nesta hora sim eles sentiram a falta que Joãozinho lhes vai fazer,cozinheiro-Mor em todo o país.
 Por fim,acharam alguns páes e então comeram com o café que sobrou da manha,café delicioso e feito por Joãozinho.
___Este café podia era durar para sempre...
 Disse Manué quase chorando.,Joaquim concordou com ele.
Joãozinho e a princesa se sentiam felizes alí na festa de noivado,nem imaginavam no que esperava por eles,pois,os invejosos planajavam de como se vingar do irmão para impedir de que ele seja Rei um dia.
 Existia não muito longe dalí uma belíssima selva,com muitos e grandes arvoredo e um belo riacho,matagal bem fechado mesmo.,Era realmente uma selva cheia de bichos ferózes,desde o mosquito até aos leões,rinocerontes etc...Os caçadores andavam por lá pois,havia tambem boas caças,Só mesmo caçadores profissionais entravam alí e em carros bem protegidos,jamais a pé,era mesmo perigosíssimo.
 Na manha seguinte os maldosos irmãos acordam chateados por não terem o cafézinho ja pronto feito por Joãozinho,eles nem sabiam fazer café,requentaram o antigo que,ficou terrivelmente ruim...precisou jogar fora.,Resmungando e tentando fazer outro café Joaquim dizia para Manué:-___Pensar que João a esta hora está se deliciando no café da manha lá no palacio-real...que será que ele ta comenduuuuu??
 Não pode se conter,e chorou.,Gritando Pediu para o irmão:-
___Manuéééé!me traga o jarnal aíííí!Vamos ver se achamos uma idéia de
 como acabar com aquele aquele....arreeeee...
___Ara,pare de gritaria,eu tava agora mesmo com uma idéia aqui,e olha que voce vai adorar,venha ká,vou te contar,leia aqui olha....
___O que tem isso?O rei leão?que é isso?diga logo andaaaa!
___Araaa!Pare de gritar,assim não posso falar ara,só o leão pode acabvar com Joãozinho.,Venha cá e vamos estudar um jeito para acabar com ele.,temos que dar um jeito que ninguem poderá descobrir.
___Jogar ele na cova dos leões?E se a gente cair junto?Eu hem?
___Nããão!ára,veja aqui o que esta escrito,Ouça...O rei leão tem um
cobertor tão belo,felpudíssimo,riquíssimo,friozinho no tempo de calor e,quentíssimo no tempo frio ou congelante,nenhum rei humano na terra tem,teve e nem terá um igual,é feito de por grandes e sábios animais felinos,presente de aniversario que o rei leão juntamente a sua esposa a rainha ganharam do filho,pois os dois aniversariam no mesmo dia,O soberano tem grande carinho e amor por este tesouro.
___Ara mano,e o que temos com isso?
___Pense bem,vamos mostrar este jornal para o rei e dizer que João falou que,por agradecimento por ter conseguido a mão da princesa né?Ele vai buscar o tal cobertor para o rei seu sogro querido,Hírrírrírrííí!
___É isso mesmo,vamos láááá!Nós somos téligentes demais da conta,vamus logu qui tamu isperanu?Vamu!!
 Sairam sem mesmo lavarem o rosto,muito menos tomarem banho,Ao chegarem ao castelo foram recebidos por um dos porteiros que lhes perguntou muito desconfiados,pois quis reconhece-los-
___Quem são voces?que procuram?
  Pela primeira vez na vida com modos educados Manué respondeu:-
__Por gentileza meu senhor,somos irmãos do futuro noivo da nossa princesa e,gostaria de falar com vossa magestade o rei pois grande é o nossa desejo em conhecer o sogro di nosso tirmão...
___Esperem aqui por favor...com licença.[disse o porteiro]
Os dois ficaram la fora dando risada,o porteiro volta e fala para ambos:-
___Por favor...levarei voces na presença do rei...venham.
 Joaquim então lhes pergunta com cuidado:-
___Mas....por favor,me diz se meu irmão esta junto do rei agora,está?
Sorrindo,o porteiro responde tranquilo e calmo:-
__Não,não,o principe Jopãozinho está namorando la no jardim do palacio.
Os dois sentiram vontade de gritar quando ele chamou Joãozinho de principe,sentiram seus corpos estremecerem de tanta raiva.,Manué então
 fala como se estivesse envergonhado fazendo com que o porteiro sentisse dó,pois sabiam muito bem enganar ao próximo;.
___Ainda bem senhor,se Joãozinho nos ver aqui ele nos mata,nem pense que nosso irmão tem coração...é o piór dos piores homens que ja ví...ele
 sempre sentiu vergonha de ser nosso irmão,sempre teve espirito de soberano....sabe?Ele nunca disse que é nosso irmão,ele só quer roubar o rei,e,a gente precisa fazer alguma coisa pelo rei,precisa mesmu mesmu...
__É mesmu Mané...mesmu assim a gente se arriscou di vim aqui e defende o rei...mermu qui ele nus mati...Eli sabi qui a genti sempri adorou esse rei sabe?o rei é como nosso pai aqui neste paíz...
Os rapazes faem cara de choro e o porteiro fica transtornado:-
___É mesmo é?Inacreditavel isso!!Mas,venha,entrem por favor.
 Ambos se apresentam diante do rei fingindo modos educado:-
___Salve Magestade!Perdoe-nos,vamos demorar pouco pois se Joãozinho nos ver aqui vai morrer de vergonha da gente,e,só viemos aqui para alertar vossa magestade dizer que tomem cuidado com Joãozinho,ele é muito egoista e metido a valente,sabe o que ele nos disse só para nos desafiar?uns dias antes de pegar a aliança da princesa?
 O rei assustado com tais palavras pergunta assombradissimo:-
___Não pode ser verdade...Joãozinho é culto,carinhoso,prestimoso e tem a compostura de um verdadeiro principe...que foi que ele disse?
___Pois é magestade,quem ve cara não ve coração...sabe disso né?
E era exatamente isso ,o rei estava vendo duas caras alí na sua frente,mas não via os coração dos tais...,Manué continua a falar:-
___Joãozinho muito ínzibído sabe?Nos disse que vai ainda esta noite buscar o cobertor real do rei leão,um cobertor nunca visto nem aqui no teu palacio,e,ele quer dar de presente para o rei seu sogro,e disse ainda que tem grande amizade com o rei da selva,disse que vai sempre lá na selva visita-los e que todos lá gostam muito de Joãozinho que não terá nunca perigo ir até lá...sei não magestade,meu irmão é mentiroso demais
___Mentiroso até demais da conta,aquela carinha de anjo engana a todos
   O rei admirado fala com duvidas,muita duvida,mas fala:-
___Ara meus amigos e cunhados de minha filha,voltem aqui amanha para almoçarem conosco e,ver meu presente que meu genro vai me dar, não
 posso jamais desfazer o casamento porque a princesa é apaixonada por Joãozinho,e,eu e minha rainha o amamos muito tambem,No reino é preciso homens de coragem assim como disseste que é o nosso principe Joãozinho,fiquei mais confiante e feliz agora.,Vou esperar meu presente chegar,depois mostrarei para todo o meu povo.
 Manué e Joaquin saem dalí anojados e furiosos porque o rei chamara seu irmão de principe,Mas confiante de que Joãozinho nunca voltará vivo da selva pois das unhas do rei leão ninguem escapa vivo.
 Joãozinho inocente passeava com a noiva pelos jardins do palacio,
 quando um dos criados chega chamando-os,e,eles se prontificam para atender ao chamado do rei,com seu belo sorriso diz todo feliz:-
___Pois não magestade,mandou me chamar?
 O rei olha para ele com admiração,não dava para acreditar que ele seja assim tão ruim como disseram seus irmãos,mas será que aqueles homens feior eram mesmo irmãos de Joãozinho?Era de se duvidar mesmo.
___Meu filho,voce tem dois irmãos muito feios,mas educadissimos,Entraram aqui para falar comigo,e agiram como sidadão cultos...precisava ver quão educados foram na minha presença...
 Joãozinho se assusta e pergunta-lhes então:-
___Estiveram aqui meus irmãos?Vieram me ver será?
___Sim,vieram me trazer um recado teu,e,espetaculosamente-belo...
___Como assim magestade? não estou entendendo,meus irmãos são os
 piores seres humanos que existem nesta terra...são maldosos...
 O rei fica sério,encara o genro e fala bem áspero mesmo:-
___Eles me disseram que voce prometeu buscar para mim o cobertor do rei leão lá da selva e ainda fazer amizade com o selvagem rei,quero que voce parte ainda esta tarde para a selva...quero Hoje este cobertor...
___Mas...magestadeeeee!Eu jamais diria uma barbaridade desssaaa!!!eles mentiram meu rei,e o senhor creu...
___Com pena de morte voce terá de buscar ainda hoje.,Ja preparei a carruagem e dois colcheiros,eles vão te levar até lá meu genro...
___Não magestade,nunca falei isso e,não irei.
___Bom...o casamento não será realizado se voltar atras tua palavra.
A princesa chorando fala para o pai.:-
__Papai,eu conheço a maldade daqueles homens...se Joãozinho morrer
 papai,eu morro tambem,por favor não mande meu noivo fazer isso...
___Voce sabe que nunca permití a mentira dentro do nosso palacio filha...Joãozinho terá de ir pra deixar de querer ser o maioral...Uma mentira como a esta não se faz,e voce sabe bem disso.
 Joãozinho quase desmaia de tanta dor pelas maldades dos irmãos.,Ele sabe que é pura inveja e decepção por não conseguir o trono.
__Não magestade,não quero que os colcheiros vão...se for pra mim morrer,que morro sozinho,nunca teria coragem de fazer uma coisa dessa,eles são casados tem familia...vou sozinho..
___Vou com voce meu amor...
__Tá loucaaaa!Minha filha...fica aquiiiiii.
A princesa chora,implora,mas o rei disse:-
___Pra dentro!sei que queres aproveitar e fugir com Joãozinho...entre pra dentrooooooo!se não...enforcarei teu noivo agora mesmo...
 Joãozinho com lagrima nos olhos diz então para o rei:-
___Esta foi a melhor maneira que eles acharam para poderem acabar comigo e,impedir meu casamento.,Ma não quero carruagem eu vou sozinho e a cavalo,se for para morrer,que morra sómente eu viu?Salve teus cocheiros magestade...Vou sim...mas só deus sabe se volto.,Não chores minha princesa,ore por mim e,por favornunca te casa com um desses bichos malvados que são meus irmãos...
 A princesa entra para dentro desesperada aos prantos,A rainha sua mãe tenta reanima-la com estas palavras de carinho:-
___ Filha querida,não chores,sei que Joãozinho tem muita fé e confiança em Deus,ele vai voltar sim...E se casará com voce meu anjo...
Joãozinho parte sozinho a cavalo rumo ao reino selvagem em busca do cobertor...ou da morte será? Pensativo ia pelo caminho..
......Meu Deus,me ajude,fazei com que o leão não esteja em casa....qué dizê...é casa será?Ou castelo?como eles vivem?Meu Deus do céu que medo...não me deixa encontrar onças por aqui Senhor do céu...
 De longe ele viu o barracão real,era uma tóca igual de indios,só que,bem coberta com capins,folhas de bananas e samambaía artificiais e bem verdinhas,com muitas flores de varias espécies,tudo artificiais,para
 não murchar ou mesmo morrer,Tinha tambem uma  torre com uma grande moita de barba de bóde caindo até a metade da torre[artificial tambem,era belissimo de se ver,encantador:Um cartão postal realmente.
Joãozinho tremendo de medo,fala para o seu cavalo:-
___Vou te esconder aqui alazão,fique aqui quiétinho pra bicho nenhum te ver,podem te comer...Deus te gurde meu amigo...amem,vou lá tá?
Estava escuro,então o rapaz enta pé ante pé e se esconde atrás de um belo armario que por alí existia,viu o casal de leão conversando,estavam tomando chá para irem dormir,o leão dizia para leoa:-
____Bárbaridade,que friu hem? Hoje é uma noite ótima para usarmos o cobertor que nosso filho nos trouxe da selva Áfricana como presente...
___É véro,nossa!Amei o presente,rei nenhum ainda tem um cobertor destes...o nosso foi o primeiro a ser feito né mêmu?
:-É sim...vai demorar para sair outro,o principe disse que este levou dois anos para ficar pronto...é bom demais da conta sô...vamus durmi vamus
 Joãozinho com muita calma espera os dois pegarem no sono,Logo o leão começa a roncar,o rapaz espera a leoa tambem fechar os olhos,logo ela tambem começa a roncar,Joãozinho tenta tirar o cobertor e...
___Minha rainha?Não está tão frio,e,este cobertor é quente demais para este pouco frio...coloca ele aí no tapete e depois se esfriar na madrugada voce pega traveis...nossa né?Este cobertor é impar...amei.
___Nem me diga,nunca mais se acha outro igual,certeza...
 A leoa coloca o cobertor no chão e adormece tranquila e calma,o leão demorou mais para dormir,mas quando deu seu primeiro ronco...Joãozinho não perdeu tempo,sai devagarinho rumo ao cobertor.
......Ajudai-me Senhor,vou pegar...ai ai...me ajude.
 Com muito esforço e cuidados consegue pegar e,saiu devagarinho,pé-anti-pé,olhando para os grandes e belos selvagens...
 Lá fora o luar clareava a imensidão.,Joãozinho olha para os lados e,não vendo mais o perigo,saiu rápido e vai onde esta seu cavalo:-
....Uffá...graças a Deus alazão,olha aqui o famoso cobertor,vamos embora rápido enquanto os bichos estão dormindo,senão vamos virar almoço deles amanha,Nóssa...que alegria...graças te dou ó DEUS...
 Montado em seu alazão,lá vai ele feliz levando o presente do rei.
A princesa não conseguiu dormir,ficava na janela do seu quarto o tempo todo na esperança de ver seu amado voltando., Ao ver o cavalo ao longe,ela sai correndo ao encontro chorando de alegrias,e,acaba de chegar no palacio com Joãozinho montada na garupa,O rei feliz abraça
ao seu futuro genro.,a rainha tambem chorava junto com a filha felizes.
O alvoroço foi terrivelmente assustador no barracão real do rei-leão por
causa do desaparecimento do cobertor.,Culparam um macaquinho travesso que gostava de pregar peças nos amigos selvagens,escondendo coisas e até mesmo assustando com coisas...Prenderam-no,mas desta vez ele era inocente e até chorava,mas o leão pensava que ele escondera e se esqueceu onde o escondeu,tadinho..ficou preso.
No dia seguinte Manué e Joaquin carodaram radiante e cheios de esperança de que o irmão estivesse virado almoço dos leões.,
___Vamos até o castelo mano?eh eh eh eh!
 Ao chegarem lá foram recebidos com grande alegria pelo rei que,lhes mostrara o presente dizendo-lhes:-
___Olha...,se não fossem voces vir aqui ,Joãozinho não teria ido não ele
 queria desistir da idéia rapaz...e que ideia maravilhosa meus jovens.
 Os dois voltaram anojados de tanta raiva,ja bolando outro plano para se livrar do irmão.,A inveja e a cobiça eram mais fortes que eles.
___Manué...que vamos fazer?Não vamos deixar esta casamento acontecer não...Joãozinho não pode ser rei nuncaaaaaaaaa!
___Daremos um jeito de impedir...que será que o rei leão tem de mais valor que aquele cobertor...rápaaaaz!!Que cobertor hem?
___Vamos ver,me dá aquele jornal de novo andeeeee!
___Táquí...vamos ler junto...venha.
 Estavam lendo quando Manué dá um grito de contentamento:-
___Barbaridadeeeeeeee!!Veja só aqui manoooooooooo!!!!
___Nóóóóssááááá!Desta veis ele não escapa....Adeus João bobo ah ah!
 Eles não perdem tempo,e correm até ao castelo do rei e ...
___Voces outra vez?Gostaram do rei não?
___Podemos entrar porteiro? O senhor é muito simpatico sabia?
___Obrigado,seu irmão foi na alfaiataria real provar o terno para o dia do casamento que ja está cheeeegaaaando!!Eh eh eh.
 Os irmãos sentiu vontade de dar ponta-pés no porteiro mas,tiveram de se conter,entraram na presença do rei e foram logo falando:-
___Magestade,ia me esquecendo,meu irmão te adora mesmo hem?
___Sim,estou tão feliz com o presente viu?Dormí uma noite magnifica e
 naão senti nem a brisa passar por mim,ai ai...que legal!!
___É?Pois ele nos disse que tem mais coisa do leão pra trazer pra vossa magestade e o senhor nem imagina o que é...muita coragem da parte do meu irmão viu....Mas acho que o senhor nem quer saber né mesmo?
___É mesmo né Manué...nóis é quem queria um bichinho daquele né?
 O rei curioso pergunta:-
___E o que é??ainda melhor que o cobertor?Duvido eh eh eh!
___Eu acho melhor né?num sei u sinhor...Fale pro rei Juaquim fala..
___Magestade...sabe?O rei leão tem um papagaio que fala de tudo e tambem sabe ler qualquer palavra...É ele quem lê as noticias pro leão.
___Sim sim,ja ouví falar desses bichinhos e sempre quis um deles aqui no palacio,seria a maior alegria hem?
__Pois é magestade,Joãozinho disse que vai trazer aquele papagaio pro sinho o dia que o sinho quizer,até me deu tremedeira num sabe?
Os bruchos foram embora nadando em seus maus pensamento.
 O rei chamou Joãozinho e,todo sorridente lhes falou:-
___Teus irmãos vieram aqui agora a pouco e me disseram que voce vai me dar outro presente João...voce merece todo o meu trono rapaz...
___Majestade,não quero teu trono,só quero me casar com a princesa que tanto amo,o senhor vai reinar enquanto viver,e,vais viver até muito velhinho velhinho...tenho o senhor como meu pai acredite mas,por favor o que meus irmãos disseram desta vez?nunca falei nada pra eles não majestade,porque ainda acredita naqueles bruxos?
___Joãozinho,voce vai voltar la na casa dos leões,tem de voltar pra buscar o papagaio deles pra mim,voce disse que vai então vai sim...
 A princesa desta vez desmaiou e a rainha chorando fala ao rei:-
___Meu rei...se Joãozinho morrer nossa filha morre tambem e eu me mato em seguida...mande degolar a Manuel e Joaquim,e vamos viver em paz por favor pare de crer neles.
___Minha rainha,Joãozinho vai agora buscar o papagaio loro do leão mulher do céu...um papagaio que fala de tudo e sabe ler...
 Joãozinho cai sentado,mas o rei estava enfeitiçado pelos bruxos e...
___Vaí João...vai, acredto em tua coragem e sei que trará o papagaio pra mim,E espero que nunca mais prometa coisa tão dificil assim...
___Agora sei que vou morrer,prefiro morrer antes de me casar,porque deixar a princesa viúva?Te amo princesa e saiba que meus irmãos mentem demais,pois eles querem impedir nosso casamento...
A rainha que tambem estava a favor de Joãozinho disse-lhes:-
___Vai meu filho,vai...se os leão te matarem quem vai pagar caro vai ser o nosso rei porque vou furar os dois olhos dele,pois se a princesa nunca mais vai ver o homem que tanto ama,então o rei tambem não verá mais a luz do dia...nunca mais,por todo o amor que sinto por voce meu rei,mas isso farei sim porque não sabes sentir a dor que eu e tua filha estamos sentindo tambem o nosso genro joão...
A rainha sai correndo e vai chorar ao lado da filha,Joãozinho vai atras.
 A Princesa soluçando fala para o noivo:-
___Vai amor,vai,sei que o mesmo anjo que te ajudou quando foste buscar o cobertor...ele vai te ajudar agora tambem vai sim...
___Confio em DEUS princesa,e,sei que Deus só ajuda quem diz a verdade e só a verdade tenho dito desde que aprendí a falar sabe?
O rei escuta tudo e fica sem chão,mas,palavra de rei nunca põde voltar atraz então ele se cala e espera ver o que acontece,mas em seu coração ele pensa em se vingar dos irmãos caso João não voltar mais.
 Joãozinho se despede das duas amadas,[mãe e filha].,Despede do rei dizendo;-___Voltarei meu sogro...voltarei,sei que voltarei.Minha rainha e minha noiva vão ficar em oração por mim,por isso sei que voltarei.
Chegando na Tócastelo do rei leão amarrou seu alazão no mesmo lugar de antes,bem escondido para que os ferózes animais não o vissem.
Esperou anoitecer e entra pé anti pé e se esconde atraz de um belo armario todo enfeitado de folhagens verdes,Joãozinho se encantou mais pelo armario que tudo alí,era lindo de se ver., Não demorou muito e o casal  vão se deitar,Joãozinho estava ancioso mas confiante nas oração de sua sogra e noiva.,Saiu devagarinho a procura do tal papagaio,mas vejam só onde ele estava dormindo....Bem na cabeceira da cama do casal,com a cabecinha virada para traz entre as penas da costas,era belo
 a tal ave,linda mesmo.,Todo tremulo ele se aproxima e fala baixinho:-
___Lorinho...me dá o pé e vamos passear?Dá o pé....
O Lôro olhava pra lá e pra ká,queria ver quem o chamava,Joãozinho continuava com a mãe estendida chamando por ele;-
___Venha,tenha medo não,eu sou teu amigo,vamos embora comigo...
Para surpresa do rapaz o lôro solta um grito esparramado:-
___Majestadeeeeeee! Tem humano aquííííííí! acordeeeeeeeeeeeeeeee!
 Joãozinho tenta voltar para se esconder onde estava mas era tarde,Os leões se levantam num pulo e se depara com o rapaz alí parado.
___Brúúúúúúum! Então foi este bicho-homí quem roubou meu cobertor real foi? Agora vem roubar meu papagaio-lôro é?Brurúrúbrúm!!Vais virar um belo ensopado para nós festejar amanha brúmrúbrúm!
Joãozinho pelo suato perdeu a fala.,O leão o amarrou num tronco de arvore lá fora e voltou a dormir,João escuta ele dizer pra leoa;-
___Amanha minha leoa,tú vais matar este humano e preparar um belo refogado,enquanto eu vou convidar nossos amigos mais ferózes para saboreá-lo conosco.nunca mais vamos ter problemas por aqui.
Joãozinho chorava baixinho alí amarrado penssando na sua princesa.
Mesmo amarrado dormiu alí,não conseguiu dominar o sono.,Quando acordou,viu a leoa alí por perto tentando cortar uns troncos para fazer lenha, e depois matar o jovem e preparar o guizado., Joãozinho percebe a dificuldade da leoa e,com muita cautela disse a ela:-
____Bom dia majestade...
___Bom dia para todos nós daqui do reino kkkkkk,vamos ter um bomdia
 O jovem confiando na ajuda do seu Anjo segura nas MÃOS de DEUS e...
___Quer ajuda?Vejo que está duro pra cortar a lenha...
___Ara,e como pensa que pode me ajudar se está todo amarrado aí?
___Cadê o leão?Chame ele pra cortar pra senhora...
___Meu rei foi conidar os animais do reino para o banquete uai...
Confiantemente o jovem fala então a ela:-
___Bom,desamarre só os meus braços,daí eu posso cortar a lenha pra senhora,o corpo e as pernas a senhora deixa amarrado,vem?
A leoa era ingenua demais e acreditando no rapaz desamarra as mãos dele,e,confiante ele pede para ela trazer o tronco mais perto.:-
__A senhora poe a lenha aqui perto do meu pé?ta muito longe...
A leoa rolando o tronco joga  pra perto dele e,ele com grande sabedoria
 e pedindo coragem a DEUS para fazer tal coisa ,pede para ela:-
___A senhora percebe?Estou amarrado pela cintura e não posso me curvar,segure o tronco de pé preu cortar pra senhora...
A leoa então se abaixa para pegar o tal tronco, então Joãozinho não perde tempo e corta-lhes a cabeça fazendo-a rolar morro abaixo.,
O rapaz então sem perca de tempo se desamarrou todo e correu pegar a cabeça da leoa ,limpou todo o sangue e colocou-a na cama do casal e, colocou um tronco de uma arvore cobrindo-o com um cobertor deixando a cabeça sem cobrir ,E, correu preparar um deliciosíssimo guizado,pois ele era cozinheiro dos irmãos e não havia ninguem que entendesse de culinária melhor que ele.,O cheiro estava uma tentção,Joãozinho comeu um bocadinho e,tampou bem o panelão,e olhou para o papagaio que em silencio assistia a tudo,esperando Joãozinho aproximar-se dele.,João foi chegando perto para pegar a ave que o surpreendeu dizendo:-
************************************************************
Que será que o papagaio fez? Leiam a terceira parte e saberão*
*********************************************************** Beijamira==WWW.recantodasletras.com.br/radio









 



Beijinha
Enviado por Beijinha em 06/12/2018
Reeditado em 06/12/2018
Código do texto: T6520394
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Beijinha
Adamantina - São Paulo - Brasil
407 textos (81999 leituras)
36 áudios (10089 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/18 11:18)
Beijinha