Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


                        Fui vè-la.
             Tem agora uma estranha ternura.
             Um ar parado de terna candura,
             um sorriso antigo como o que
             eu amava... que tanto me
             hipnotizou...
             Não tinha o rosto de anjo
             de antigamente, mas ela ela
             com certeza...
            Se chama agora duqueza,
            pertenceu até há pouco
            à nobreza...
           Mas para mim que a conheci
           estudante e lutadora, sei quem
            é... é a mulher que sonhei !
            De nome Elena... !
            Irreal, mas bela...
            Morta, mas para mim viva !
            Sempre viva, minha amada
            eterna...!   
Alkas
Enviado por Alkas em 15/03/2019
Código do texto: T6598519
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alkas
João Pessoa - Paraíba - Brasil
5466 textos (370973 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 18:18)
Alkas