Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Encontro



     Era ainda muito cedo e o som rouco e monótono da moagem do trigo, levantava-se sobre a aldeia. Ao longe, os ondulantes campos de cevada, já preparados para a sega, recebiam os primeiros camponeses, com suas foices gastas e suas roupas miseráveis, mas o ânimo fortalecido. Os asnos esperavam dóceis, pela carga que deveriam transportar.
     Sentado á beira da estrada  que levava a Betânia, eu brincava com os seixos redondinhos, apanhados no leito seco do Cedron. De costas para o Monte das Oliveiras, enxergava o tortuoso caminho. Sentia uma excitação constante e crescente e sem saber o motivo, levantei-me e adentrei o Horto. Caminhei entre as centenárias oliveiras, com seus troncos rugosos e copas frondosas, até chegar á laje de pedra onde um homem meditava. Parei e por um longo momento, admirei aquela cena. Sentado na rocha, sustinha a cabeça em uma das mãos, os olhos semi cerrados e os cabelos cor de mel esparramando-se sobre o manto que levava nos ombros.
     Levantou a cabeça e seu olhar doce, pousou nos meus olhos. Com um gesto, chamou-me para perto de si e por um longo tempo jogou pedrinhas comigo. Depois me devolvendo os seixos, disse com voz suave:
     - Há tempos querias este encontro e parecia que tinhas muitas perguntas a fazer. Sinto que teu coração está tranqüilo e tuas perguntas já encontraram respostas. Que bom que viestes, leve a minha Paz.
     Acordei ainda com sua voz e seu olhar, muito vívido em mim. E ainda hoje, quando fecho os olhos, retorno aquele Horto, um pouco acima do leito do Cedron, ás margens do caminho para Betania.
     Sonho ou lembrança, seja o que for, só me faz ter a certeza da Imortalidade...
     

Luiz da Silva Rosa
Enviado por Luiz da Silva Rosa em 30/09/2007
Reeditado em 01/10/2007
Código do texto: T675385
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz da Silva Rosa
Santa Isabel - São Paulo - Brasil, 61 anos
71 textos (6901 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 23:58)
Luiz da Silva Rosa