Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOUVE UM TEMPO EM QUE LUANA NUMA NOITE DE LUA CHEIA SE SENSIBILIZOU AO VER A LUA CHEIA DE VIDA E BRILHO LÁ NO CÉU. NAQUELA NOITE DE RÉVEILLON  LUANA SENTOU-SE CONFORTAVELVENTE DE FRENTE PARA A JANELA E VENDO A BELÍSSIMA LUA CHEIA RODEADA POR LINDAS ESTRELAS CADENTES SUSPIROU PROFUNDAMENTE, POIS A NOITE ESTAVA MUITO QUENTE E O VENTO SOPRAVA UMA BRISA REFRESCANTE LÁ FORA.
TODO ESSE CLIMA A INSPIROU A DIALOGAR COM A LUA.  HAVIA TERMINADO MAIS UM ANO E LUANA ESTAVA TRISTE E DESILUDIDA DEVIDO A ALGUNS TROPEÇOS QUE LHE ACONTECERAM NO ANO QUE HAVIA FINDADO. ELE CARREGAVA UMA MÁGOA DENTRO DO SEU CORAÇÃOZINHO.
EM LÁGRIMAS. NÃO FOI FORTE O SUFICIENTE PARA ENCARAR AQUELE MOMENTO COM FIRMEZA, SE DESFEZ E, VOLTOU E ENCAROU A LUA NOVAMENTE E SENTIU A LUZ DA LUA BANHAR TODO O SEU CORPO, MAS TAMBÉM SENTIU O VENTO REFRESCANTE SOPRAR EM SEU ROSTO E SEU CORAÇÃO FERVIA E O FAZIA TREMER DE DOR. ELA SOLUÇAVA DIANTE DAQUELA DOR INCESSANTE.  LUANA SENTIA UM PESO QUE COMPRIMIA SEUS PULMÕES, SENTIA COMO SE AMARRASSEM SUAS ENTRANHAS ÀS SUAS CORDAS VOCAIS.
TUDO O QUE A MOCINHA DESEJAVA NAQUELA NOITE EM QUE RESOLVEU COMPATILHAR O SEU MAIOR DESEJO PARA O NOVO ANO QUE ESTAVA COMEÇANDO É QUE ELA TIVESSE MAIS PAZ NO SEU CORAÇÃO E QUE CONSEGUISSE CONQUISTAR TODOS OS SEUS PROJETOS QUE FICARAM PARA TRÁS NO ANO QUE HAVIA SE FINDADO.  ELA NÃO CONSEGUIA SUPERAR O DESÂNIMO QUE HAVIA TOMADO TODO O SEU SER.
E A LUA LÁ NO ALTO DO FIRMAMENTO OBSERVAVA TODA A ANGÚSTIA QUE A JOVEM LUANA TEIMAVA EM GUARDAR DENTRO DO PEITO.
LUANA ERGUEU A CABEÇA E OLHOU MAIS UMA VEZ PARA A LUA QUE BRILHAVA INTENSAMENTE NO CÉU ESTRELADO SAUDANDO A CHEGADA DE MAIS UM ANO.
ENTÃO, A JOVEM SE ENCORAJOU E COMEÇOU A DIALOGAR COM A MAJESTOSA LUA COMO SE ELA FOSSE A SUA MELHOR AMIGA.
- EU QUERO DESABAFAR COM A SENHORA COMPARTILHANDO TODOS OS MEUS SONHOS E DESEJOS QUE TEIMAM EM NÃO SE REALIZAREM NESSES ANOS QUE PASSARAM.
A LUA A COMPREENDIA MUITO BEM, POIS TAMBÉM UM DIA ELA TAMBÉM HAVIA PASSADO PELA MESMA DOR E FRUSTRAÇÃO PELA QUAL LUANA ESTAVA PASSANDO NESSE MOMENTO, POIS, HÁ MUITOS ANOS O SOL E A LUA QUERIA SE CASAR, MAS, SE ISSO ACONTECESSE, O MUNDO SERIA DESTRUIDO: O SOL, COM SEU CALOR QUEIMARIA TODA A TERRA, E A LUA, VENDO TANTA TRISTEZA, CHORARIA EM PARAR E INUNDARIA O MUNDO INTEIRO. SEM PODER SE CASAR, ELES SE SEPARARAM.
QUANDO A LUA SUSSURROU NO OUVIDO DE LUA A SUA HISTÓRIA DO CASAMENTO FRUSTRADO COM O SOL, ELA FICOU COMPADECIDA COM A DOR QUE A LUA SENTIU AO SE SEPARAR PARA SEMPRE DO SEU AMADO SOL SE SACRIFICANDO PARA O BEM DA HUMIDADE.
ENTÃO, LUANA COMEÇOU A MUDAR OS SEUS PENSAMENTOS E VER QUE O SEU SOFRIMENTO ERA TÃO PEQUENO DIANTE DO SOFRIMENTO QUE UM DIA A LUA HAVIA PASSADO E NEM POR ISSO JAMAIS DEIXOU QUE O SEU BRILHO APAGASSE COMO A CHAMA DE UMA VELA. ENTÃO, LUANA FICOU SEM GRAÇA DIANTE DA LUA E DISSE PARA SI MESMA AS PIORES PALAVRAS JUNTAS EM UMA FRASE QUE O SER HUMANO JÁ CRIOU.
ELA CHEGOU A CONCLUSÃO DE QUE NUNCA HAVIA LUTADO PARA CONQUISTAR AQUELES DESEJOS QUE ERAM TÃO IMPORTANTES PARA ELA E PRECISAVA URGENTEMENTE IR ATRÁS DAS COISAS QUE REALMENTE A FAZIA FELIZ. ELA SE PÕS NO LUGAR DA LUA POR UM INSTANTE E PERCEBEU QUE A DOR PODE SER TÃO FORTE QUE AFOGA QUALQUER SENTIMENTO DE FELICIDADE QUE POSSA VIR A EXISTIR
ENTÃO LUANA OLHOU PROFUNDAMENTE NOS OLHOS DA LUA E PROMETEU QUE NESSE NOVO ANO IRIA CORRER ATRÁS DE TODOS OS SEUS DESEJOS COMO MAIS OTIMISMO, FÉ, AMOR E ESPERANÇA PARA QUE NÃO FOSSE OBRIGADA A SE SEPARAR PARA SEMPRE DE SEUS SONHOS TÃO DESEJADOS.
LUANA ENTENDEU DEFINITIVAMENTE QUE A PIOR PARTE DE SOFRER É QUE NÃO DÁ PRA LEMBRAR-SE DE COMO ELAERA ANTES DA DOR. MISTUROU-SE COM A ÁGUA DO MAR, SE DEIXOU LEVAR PELA MARÉ. DERRETEU E NUNCA MAIS FOI A MESMA. “É ISSO QUE ACONTECE QUANDO UM ICEBERG TENTA TOCAR NUM VULCÃO EM ERUPÇÃO.”
ASSIM FOI O DIÁLOGO ENTRE A LUA E EU NAQUELA NOITE QUENTE DO RÉVEILLON  DO ANO DE 2021.

 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 01/01/2021
Reeditado em 05/01/2021
Código do texto: T7149329
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Saulo Piva Romero
Itanhaém - São Paulo - Brasil, 48 anos
268 textos (22277 leituras)
268 áudios (1347 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/03/21 14:51)
Saulo Piva Romero

Site do Escritor