Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em noite de sonhos

Era de noite e vi um cão vira lata com olhar de medo,dirigi-me a ele e no seu olhar,observei um olhar de medo,nenhum sonho habitava nele.
Chovia como nunca tinha visto e decidi levá-lo para casa e tentar dar-lhe uma existência com maior dignidade do que aquela.
Na continuidade dos dias,dos meses,dos anos,num dia em que a depressão se instala na nossa alma e num mesmo cenário de noite mas sem chuva e sem frio,olhei o céu incrivelmente estrelado,começei a olhar a imensidão do céu e pegando no cão ao meu colo,falei com ele,com esse ser tão desprotegido pelas sortes e fortunas do mundo,e disse-lhe:Queria te explicar a imensidão do que vejo,as estrelas que observando  não toco e perceber o sentido de tudo.Ele olhou para mim como se estivesse a entender a minha fala e o que eu lhe tentava explicar.Explicar aquilo que eu não consigo explicar;a imensidão de tudo,o sentido da vida,o porquê deste meu dia triste e o destino de nós humanos,dos cães que como ele aindam andam por aí.
A linguagem dos olhares fala,não obedece a espécies.Surrealista,mas real,este momento de noite.Com as estrelas,constelações,e o céu a fitar-nos e a testemunhar o momento.
A noite avançou e vencido pelo sono,deitei-me.Em noite de sonho,fecho os olhos,como se tivesse entendido o porquê e rendo-me aos sonhos,ao entrar num sonho,que entra por via do meu cansaço...
Em noite;de sonhos...
jose duarte
Enviado por jose duarte em 12/11/2007
Reeditado em 12/11/2007
Código do texto: T733789

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose duarte
Portugal, 48 anos
63 textos (12815 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 20:43)