Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em busca de um anjo

Certa vez um homem, cansado de tanto sofrer, decidiu escapar por uma fresta de si mesmo para poder ver sua vida pelo lado de fora e assim, viu a si mesmo pequeno aprendendo a orar para o anjo da guarda.

No começo, pedia com fé que o tal anjo lhe desse um pai, mas ao invés disso, quem acabou indo embora foi sua mãe. Foi então aprendendo a pedir ao anjo para aceitar as coisas que não podiam ser modificadas e com o tempo, seu coração se acalmou.

Casou-se e formou uma família de muitas filhas. Vivenciou com isso uma felicidade tão grande que deixou de pedir e só agradecia.

Mas parece que a vida às vezes é sarcástica, quase uma piada de mau gosto.

Sua mulher foi acometida de uma grave doença, mas ele não se abateu. À noite em sua cama, adormecia fazendo orações, enquanto a ciência fazia sua parte.

Diante das perguntas da filha caçula, decide ensinar-lhe a rezar para o anjo, já que para si, o anjo sempre fora de grande ajuda. Depois disso, volta e meia via a pequenina quietinha em algum canto em conferência com o mundo celestial.

Apesar do empenho dos médicos e da coragem de sua mulher em lutar para viver, a doença foi implacável, deixando as meninas órfãs e nosso amigo sem rumo.

- Pai, será que eu falei com o anjo do jeito errado? – pergunta a caçula, deixando-o sem resposta.

À noite em sua cama, sentindo-se extremamente angustiado, ele queria somente encontrar um sentido para tudo aquilo, mas talvez a vida fosse um conjunto de acontecimentos aleatórios e sem nenhum sentido, ora beneficiando uns, ora prejudicando outros. Nada pessoal entre um suposto Criador e suas criaturas.

E foi assim que ele, como dissemos no inicio desta narrativa, saiu por uma fresta de si mesmo e perdendo toda ligação que tinha com a matéria planou, vislumbrou o passado e agora, observando-se em repouso, sente uma imensa compaixão diante de sua fragilidade humana.

Nesse momento é arrebatado pela presença angelical e em seguida, lançado novamente em seu corpo, permanecendo em estado de êxtase. Ao levantar-se, sentindo fortes dores inexplicáveis, percebe um par de asas abrir-se atrás de si. Além disto, ouve murmúrios aos ouvidos e percebe lentamente tratar-se de milhares de preces.

Sobe no peitoril da janela e, num impulso, se lança ao ar, dirigindo-se a uma dessas preces. Uma jovem mulher reza ao lado de um homem moribundo.

Ele aproxima-se da jovem e a abraça ternamente. Ela dá um profundo suspiro e embora não perceba a presença de nosso amigo, sente seu coração mais leve.

Assim ele passa a madrugada a consolar pessoas por todos os lados e quando volta para o seu quarto, sente que a vida é muito maior que seus próprios problemas.

Descansa as poucas horas que lhe restam e ao acordar, percebe que as asas se acomodam perfeitamente sob as vestes, tornando-o novamente um homem como qualquer outro.

Ao acordar, a filha vem alegremente lhe contar:
- Pai, eu sonhei que um anjo veio morar com a gente, e acredito que tudo vai ficar bem de agora em diante.

Ele balança a cabeça afirmativamente, concordando com a pequena.

Esta é a estória que ouvi contarem. Embora não tenha visto com meus próprios olhos, sinto a sutil presença do anjo a perambular pela noite incógnito e concluo que a verdadeira dádiva não consiste em realizar os desejos das outras pessoas, mas sim, em ajudá-las a compreender e superar seus próprios sofrimentos.
Carmem L Marcos
Enviado por Carmem L Marcos em 18/11/2007
Reeditado em 06/02/2012
Código do texto: T741828
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar: autoria de Maria Eugênia - www.mariaeugenia.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Carmem L Marcos
São João da Boa Vista - São Paulo - Brasil
104 textos (14852 leituras)
38 áudios (1028 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 16:10)
Carmem L Marcos

Site do Escritor