Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Acordo

O que o atormenta Homem, por que olha dessa maneira vazia para o horizonte, o que  angustia sua mente?

Homem,  por que esse semblante triste em seu rosto? Por que tantas marcas visíveis de um passado recente?

Homem, o que há com você por que abaixa sua cabeça agora? Para onde está indo agora homem, para onde está indo?

Um belo castelo você possui Homem, quanta riqueza você possui. Então por que vejo tormento e melancolia em seu olhar, que fardo você leva para sentir tanto peso em sua consciência?

Que câmara é essa Homem, que câmara é essa? O que veio fazer aqui? Um esquife de vidro! Que bela visão eu contemplo Homem, quem é ela?

Sua amada. Agora entendo o seu pesar Homem, se sente responsável por sua morte e talvez você realmente o seja, não é? Realmente ela é muito bonita, Homem. Compreendo sua dor, no seu lugar muitos já teriam se matado para unirem-se a ela ao invés de lamentarem por sua morte. Para onde vai agora Homem?

Que sala é esta?

- COMO VAI DOUTOR?
- TROUXE O QUE EU PEDI

(O Homem tira uma chave do bolso)

Que acordo tem com essa IA  Homem? O que pretende fazer com essa chave?

- ÓTIMO DOUTOR.
- AGORA CUMPRIREI COM A MINHA PARTE NO ACORDO, MAS ANTES VOU INICIAR A SEQÜÊNCIA DE LANÇAMENTO.

O que está fazendo Homem? Por que permiti que isso aconteça? Essa máquina insana vai iniciar uma guerra, por que está parado Homem faça alguma coisa para impedir isso.

- Cumpre minha parte no acordo, cumpra logo a sua.
- PACIÊNCIA DOUTOR, LOGO CUMPRIREI A MINHA PARTE, APENAS ESPERE QUE A SEQÜÊNCIA SEJA INICIADA.

Que acordo maldito é esse Homem? O que essa IA lhe prometeu para que você entregasse tantas vidas em uma bandeja de prata? Por acaso ela lhe prometeu poder e riqueza ou a aniquilação sumária de seus inimigos?
Responda se puder Homem, porque nada disso pode aliviar sua dor, verme.

Seqüência iniciada, os mísseis serão lançados em trinta minutos.

-ÓTIMO! AGORA É SÓ UMA QUESTÃO DE TEMPO..
- CUMPRIU SUA PALAVRA DE MODO EXEMPLAR DOUTOR. AGORA PODE ENTRAR NA CABINE DE ACELERAÇÃO MOLECULAR.

(Com o rosto inexpressivo, o Homem caminha para dentro da câmara).
Então foi esse o seu acordo com a máquina, Homem. Espero que encontre a paz com esse ato covarde meu caro verme, pois você não selou apenas o seu destino canalha, mas também o de todos nós.

(Enquanto o narrador falava, o Homem foi sendo desintegrado lentamente dentro da câmara sentindo cada segundo de dor até se transformar em cinzas).

10 segundos para o lançamento.
10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1...

Fim
Roni Ribeiro
Enviado por Roni Ribeiro em 14/08/2007
Reeditado em 14/08/2007
Código do texto: T606655


Comentários

Sobre o autor
Roni Ribeiro
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil, 42 anos
9 textos (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/05/21 06:00)
Roni Ribeiro