Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdidos no Tempo - FINAL - A descoberta

Haviam passado cerca de meia hora desde a fuga pelo orifício da caverna, Joel desceu primeiro e ajudou os outros, as roupas manchadas de terra...

Mark retirava os equipamentos da mochila quando viram tochas acesas se aproximando, e alguns homens montados em cavalos.
Jacques gritou:
-Rendam-se homens, nós não vamos fazer mal a vocês, tem a minha palavra!
Giuseppe mensurou a distância, estavam a cerca de 20 metros deles. Joel atirou para o alto e gritou:
-Alto lá- fiquem todos parados!
-Será que vocês tem munição suficiente para conter nosso contingente Senhores?- disse Jacques -por favor, vamos ser razoáveis!
Joel viu que uma multidão os cercava, Mark pressuroso procurava ligar o mecanismo do translock ampliado, o cerco se fechava aos poucos...
Desesperado, Joel atirou ao alto novamente dizendo:
-Tudo bem! quem vai ser o primeiro a morrer?
A multidão estacou aturdida, Pierre perguntou a Jacques:
-Senhor, é verdade que meu Pai morreu?
Jacques balançou a cabeça assertivamente:
-Sinto muito garoto, agora convença seus amigos, ou teremos que mata-los!
Nesse ínterim, Mark enfim chamou os amigos, deram-se as mãos, ele disse a Jacques:
-Amigo, viemos aqui em paz e saímos em paz...
Ao dizer isso seus corpos foram tomados por uma luz e seus corpos pareceram se fragmentar, até que sumiram; Mark havia ativado o translock.
Os camponeses afastaram-se assustados, gritando:
-São filhos do demônio, isso é bruxaria!!
Jacques mordeu os lábios afetado, logo gritou palavras de ordem e o grupo voltou a juntar-se a base da montanha que era precedida pelo bosque.

Mark e os outros chegaram enfim a aldeia, Pierre havia suplicado por salvar sua mãe e seus dois irmãos das mãos de Marlon, um homem muito cruel que iria certamente desposar sua mãe. Sendo assim foram até sua casa, explicaram a situação e pegaram provisões de comida,  e foram ainda no meio da noite para o local designado por Pierre.
Logo, chegaram ao Cemitério dos estrangeiros, um local que fora dedicado aos estrangeiros que faleciam em território Francês, contudo estava abandonado há décadas.
Na escuridão premente, andando entre túmulos, Mark não achou conveniente acender alguma luz, somente a luz da lua iluminava o caminho...

Jacques mandou um emissário avisar Robespierre, e enviou uma guarda até o vilarejo que distava cerca de 4 dias, ele disse:
-Se eles foram para algum lugar- gritou ele para Leshamp - estão no vilarejo! quero eles vivos!
Marlon pediu permissão para ir com Leshamp ao acampamento, o que foi-lhe permitido.

Momentos mais tarde, Mark e os outros chegaram nas proximidades do local descrito por Pierre, parecia uma gruta coberta por uma mata alta e extensa. Pierre identificou uma luz que oscilava no local.
Sua mãe resolveu ficar distante, enquanto eles avançaram.

A luz ia e vinha parecendo que se propagava de dentro da gruta, Joel percebeu uma silhueta de homem atrás da mata quando a luz se refletia, logo sacou sua arma, alertando aos outros.
-Tem alguém alí atrás da mata!
-Impossível!- disse Mark- quem estaria aqui uma hora dessas?
-Eu ví a silhueta da pessoa, vamos cerca-lo!
Giuseppe sacou sua arma e deu a volta pela ala esquerda junto com Pierre, Mark e Joel foram pela direita...

Instantes após, a luz difusa se projetou novamente e nela uma imagem de uma pessoa entrecortada!
-É um demônio! - disse Pierre assustado
Mark percebeu algo incomum:
-Ora essas! mas é um holograma!
-Impossível- disse Giuseppe assustado
-Sim, note a fragmentação da imagem, isso é um holograma, não é nenhum demônio.-tornou Mark entrando na gruta
Os outros o seguiram, Mark alarmado encontrou algo dentro da gruta:
-Entrem aqui! meu Deus!
Ao entrarem deram de cara com uma máquina estranha, metálica, haviam dois corpos caídos dos quais só restavam ossos.
Mark abaixou-se pegando naquilo que seria o Uniforme deles, havia um brasão com inscrições:
Equipe Ômega: Projeto X
NASA, 2084.
Joel aproximou-se estupefato, enquanto Giuseppe preferiu ficar mais atrás junto a Pierre.
Joel pegou um aparelho que estava caído próximo aos homens, parecia ser um tablet, desse objeto a figura projetava-se desconfigurada de vez em quando emanando luz.
-Isso é uma Missão da Nasa!- disse Joel- esses infames nunca acreditaram em nós! na verdade estavam trabalhando em secreto!
Mark pegou o aparelho, havia uma mensagem codificada.
-Veja Joel, uma mensagem Criptografada acadiana!
Mark abriu a mensagem, uma holografia se projetou:
-Saímos de nosso tempo por que a situação lá não era nada animadora, não sabemos onde estamos, houve alguma coisa com nossa máquina, estamos muito feridos.
Nunca a humanidade viu coisas como as que estão se sucedendo em nosso tempo, existe algo que não podemos mensurar por trás de tantas atrocidades humanas, por trás de tantas tragédias naturais que estão ocorrendo, sinto que o mundo está a beira do caos...
A mensagem foi cortada subitamente e não havia como recupera-la.
Pierre caiu de joelhos:
-É o juízo final meus irmãos!
-Calma Pierre, precisamos que você nos prometa jamais revelar a alguém o segredo compartilhado aqui conosco, tudo bem? - Inquiriu Giuseppe
-Sim, conte com a palavra de um servo do Senhor.- tornou Pierre nitidamente afetado e tremendo.
-Mark será que essa máquina ainda funciona? - disse Joel
-Sem chance!- tornou Mark que já observava o iniciador da máquina- os elos de titânio do rotor de partículas estão cedidos!
-Bem, sintetizando, continuamos na mesma!- desabafou Joel
-Talvez não - disse Mark- podemos aproveitar a oscilação magnética pra enviar uma mensagem via estática e rezar pro nosso computador recebe-la!
-Ora bolas! - disse Joel sarcástico- isso é o mesmo que jogar na loteria e esperar o prêmio no guichê, estamos perdidos Mark!, Perdidos nesse lugar infernal!
Pierre disse:
-Tudo é possível para aquele que crê em Deus; não desanimem irmãos!
Joel encarou-o com desdém e voltou a entrada da gruta pensativo.
Giuseppe chamou a todos e disse:
-Vamos descansar um pouco, Pierre chame sua mãe e seus irmãos, vamos ficar na entrada, vou cobrir a máquina e os corpos.

Entrementes, Jacques percebia que algo errado estava acontecendo, algo que ainda não pudera conceber nas entrelinhas do tempo [...]

Alguns dias depois, Giuseppe e Mark chegaram a um consenso sobre o jovem Pierre e sua Família, logo o chamaram para conversar.
Giuseppe lhe disse:
-Pierre Lesphan, estamos muito honrados com sua imprescindível ajuda e tivemos uma idéia, visto que vocês estão sofrendo oposição aqui na França, nós os levaremos para um lugar mais tranquilo, onde poderão viver de modo mais digno e em paz, a qualquer momento nossa janela temporal poderá se abrir e vamos embora, contudo gostaríamos de deixa-los em segurança, o que acha Pierre?
-Vocês são homens virtuosos, estou vivo graças a ação de vocês, farei o que for necessário, conforme suas ordens Senhor.
-Pois bem, então peça para sua mãe se preparar, iremos a tarde -tornou Giuseppe- o lugar fica próximo a fronteira com a Bélgica, próxima a Velosnes, eu e o Mark já investigamos e é um lugar bem tranquilo, lá vocês poderão ter uma vida como aqui, trabalhando no campo.
-Obrigado! mas não temos nada para nos manter, mas sei que Deus proverá. seremos eternamente gratos a vocês.

Mark e Giuseppe haviam desaparecido do local por cerca de uma hora, a mãe de Pierre havia preparado o almoço.
Mark e Giuseppe haviam voltado sorridentes e todos enfim almoçaram.

Instantes mais tarde, Joel que mexia na máquina encontrou algo.
-Mark, Giuseppe, venham rápido!!- gritou alvoroçado
Ambos chegaram apreensivos, Joel parecia radiante!!
-Encontrei os dois suportes de titânio para recompor o rotor de partículas! estamos salvos!!
-Que maravilha Joel!! continue trabalhando, nós vamos levar nossos amigos a salvo para outra cidade, voltamos logo!- disse Mark
-Antes disso- disse Giuseppe- preciso que me ajudem com mais uma coisa...

Entrementes, Pierre sua mãe e irmãos arrumaram todos os apetrechos necessários para a viagem, Pierre escreveu algo num lenço[...]

Giuseppe disse enfim:
-Será de grande proveito isso, Deus vai nos ajudar em dobro!
Joel sorriu:
-Você agora crê em uma figura mitológica, em Deus? ora bolas seu bom samaritano, ahh dane-se!!
-B-bem- gaguejou Giuseppe- é só uma expressão de Linguagem!
Mark e Joel ficaram rindo.
-Eu acho que o Pastorzinho converteu o Giuseppe Mark! -exclamou Joel
-Entre o provável e o improvável, existe uma possibilidade Joel!- tornou Giuseppe sorridente.

Instantes depois, Mark ativou o translock, mediante os olhos assombrados da mãe de Pierre ele disse:
-Senhora não se assuste, um dia isso será apenas uma vaga lembrança, vamos lá!

Em questão de Segundos, estavam na cidade costeira da província de Velosnes. Era um cenário maravilhoso, na maioria plano, próximo a um lindo lago Azul.
Havia alí próximo, uma casa branca com uma area de terra bem ampla, Giuseppe bateu palmas e um homem saiu.
Olhando para a Família de Pierre ele disse em seu idioma:
-Sejam bem vindos ao seu novo lar, essa é a chave da casa, podem entrar, e essa é a escritura. Moro há uns 100 metros daqui com minha família, caso precisem de algo, nos procurem, meu nome é Le`Pen.
Pierre olhou aturdido, enquanto sua mãe chorava:
-Q-quer dizer que essa casa e esse terreno é n-nosso?- gaguejou Pierre sem entender
-Sim rapaz, fique tranquilo, falei com esses senhores hoje de manhã eles compraram!, creio que são seus familiares, não?
-S-são sim- tornou a gaguejar Pierre atrapalhado- obrigado Sr Le`Pen, nos veremos em breve!
-Certamente!

Após a saída do homem, Pierre começou a chorar:
-E-eu não tenho como paga-los pelo que fizeram por mim!!
-Fique tranquilo Pierre, já pagou nos ajudando. bem agora temos que ir!- disse Mark sorridente
-Não tenho nada valioso com que lhes pagar, mas gostaria que levassem essa humilde lembrança, só abram quando voltar! que Deus os abençoe! - disse Pierre caindo ao chão de joelhos, fazendo uma Oração.
-Obrigado Pierre- disse Giuseppe- aprendemos muito com você, seremos eternos amigos!! olhe depois no seu bolso, deixei algo lá! até um dia!!

Momentos mais tarde, ao voltar a gruta, Joel falou:
-Mark já ajustei a máquina, contudo há algo errado!!
Mark aproximou-se tenso, o espectômetro da máquina estava fraco!
-Meu Deus, precisamos de mais cristais para ativar a máquina, vamos retirar o que ainda resta no translock, rápido Giuseppe!
Ao abrir o translock Joel quase caiu de costas!
-Minha nossa! vocês gastaram toda a energia transportando aquela gente! e agora?
-Vamos pensar numa alternativa- disse Mark apreensivo

Já dentro da casa, Pierre bateu no bolso e lembrou-se do que Giuseppe disse, colocou as mãos no bolso, logo retirou, ali estavam 6 moedas de Ouro! ...

No mesmo instante, Giuseppe pegou no bolso o embrulho que Pierre havia lhe dado e o abriu, em seguida disse aos outros:
-Ora essas, estamos salvos! Pierre nos deu Cristais de Niemium!!
Joel aproximou-se pegando o pacote:
-Me dê logo isso! pelo menos aquele pirralho pensou em algo!
Ao pegar o pacote Joel deixou cair um lenço, Giuseppe o pegou, nele estava escrito com letras tortuosas:
-Já sinto a saudade voar, como plumas perdidas no céu. Nunca me esquecerei de seu companheirismo e amizade, você foi meu segundo Pai, Beppe! Até um dia! [...]

Instantes mais tarde, Mark anunciou que tudo estava acertado para a partida, para a esperada volta!
Joel finalizou os processos no cursor temporal, estava tudo pronto.
Sentindo o Coração apertado ao ver a Lua despontando no Horizonte, Giuseppe ficou pensando em Pierre: sua fé arrebatadora o elevara espiritualmente a conhecer algo superior, uma luz que cruzara seu caminho, algo vibrante que trouxera novo rumo a sua vida, trazendo-lhe satisfação e paz [...]

Entrementes, no Vilarejo, a guarda de Jacques chegava arrebatadora, Marlon chegou ao casebre onde Pierre morava, abrindo a porta com o pé, um largo sorriso no rosto.
Mas eis que seu sorriso logo desapareceu ao ver que não havia ninguém ali além de um homem.
-Q-quem é você? onde está a minha família?
-Essa nunca foi sua Família Marlon, você matou o meu irmão, terá o mesmo fim!!

Instantes mais tarde, foram procurar Marlon no casebre, estavam de partida. o chefe da guarda encontrou o corpo de Marlon próximo a lareira, já sem vida [...]

Entrementes, Mark alinhou a linha do Tempo no computador neural, antes disso enterraram os corpos na gruta, Mark disse:
-Está na hora, vamos embora!
A máquina foi ativada e uma luz intensa se propagou, Joel gritou na última hora:
-Mark, o Oscilador gravitacional alterou nossa rota!!!
-Impossível eu o havia ajustado agora mesmo!
-Tarde demais- disse Giuseppe- o alinhador não pode ser alterado!!
-Maldição!!! gritou Joel vendo tudo desaparecer [...]

Minutos mais tarde, acordaram próximos a uma planície vazia, era o despontar de uma linda noite cravejada de estrelas.
Mark sacudiu a cabeça e viu a máquina próxima as árvores, havia alí bem próximo uma caverna, logo, resolveram guarda-la e camufla-la ali mesmo...

Giuseppe tentava achar alguma construção, mas havia apenas um vazio...
Joel assustado correu até uma colina próxima, olhou e abaixo eis que havia um povoado, algumas luzes distantes...
Mark e Giuseppe se juntaram a ele e se dirigiram até a estrada de terra, um homem passou montado num cavalo que parecia mancar, Mark resolveu perguntar-lhe:
-Amigo, que lugar é este?
A Lua pareceu iluminar a face daquele homem, ele estava sangrando! Em sua linguagem nativa ele balbuciou algumas palavras:
-Fujam todos, o exército de Saladino está vindo! duzentos mil homens!
Ao dizer isso caiu no chão e expirou.
Joel disse apreensivo:
-Saladino? quem é esse?
Ao dizer isso virão uma grande movimentação no horizonte, luzes de tochas, milhares delas...
Mark estático disse:
-Saladino, o conquistador de Jerusalém!!

*********** Fim*************

Leia Ameaça Interestelar na Amazon.com
Mario B Duran
Enviado por Mario B Duran em 30/06/2020
Código do texto: T6992466
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Mario B Duran
São Paulo - São Paulo - Brasil
96 textos (9011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/07/20 15:54)
Mario B Duran