Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Evento Inesquecível

   Caio esticou o braço para acabar com o barulho enjoado do despertador.
   Estava na hora de levantar. Manhã, dia bonito e Sol.
   Retirou as cobertas de cima do corpo e, em um só impuslo, levantou. Foi ao banheiro, escovou os dentes e olhou o espelho. Não a si mesmo, mas o espelho, que estava sujo. Já começou o dia de mal humor.
   O telefone tocou. Quem seria àquela hora da manhã?
   Atendeu. Era engano. Mais uma coisa para incomodá-lo.
   Pensou: "Vou ver as notícias". Ligou a TV e colocou no canal de notícias.
   - 25 mortos em desabamento no Rio de Janeiro.
   - 10 feridos em atentado com bomba.
   - 234 pessoas mortas em descarrilhamento de trem.
   Mas uma chamou sua atenção:
   - Encontrado corpo de homem de 60 anos enforcado. Foi deixada uma carta que indica suicídio.
   O tal homem de 60 anos era seu vizinho.
   Caio ficou impressionado. Agora havia acordado realmente.
   Tomou um banho, vestiu-se e foi pentear o cabelo em frente ao espelho. Passou a mão, pois estava embaciado.
   Surpresa sua! Viu, pelo espelho o homem de 60 anos!
   Virou-se. Não havia nada.
   Sorriu e pensou o quanto é um idiota.
   Estava bravo consigo mesmo, pois sempre acordava com  humor negativo.
   Virou-se novamente para o espelho.
   E neste, embaciado, estava escrito: "Nunca reclame da vida. Eu me enganei".
Cesar Coelho
Enviado por Cesar Coelho em 04/03/2006
Código do texto: T118580


Comentários

Sobre o autor
Cesar Coelho
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
17 textos (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 01:32)
Cesar Coelho