Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O café

Sento-me em uma cadeira não muito confortável. Minhas pálpebras estão pesadas, deve ser o cansaço. Sempre concentro minha atenção em algo antes de começar a escrever. Hoje só consigo pensar no quanto o meu café está frio. Não sei mais se estou de olhos abertos ou fechados. Devo mesmo estar dormindo, pois já é tarde. Pode até ser que quando eu acorde, tenha escrito apenas “Sento-me em uma cadeira não muito confortável”.
Nunca imaginei um dia chegar a sonhar com palavras, ou com alguém lendo o que estou dizendo e pensando. Será que posso escolher, pois se estou sonhando mesmo, quem pode ou não me ler? Se eu fosse capaz, escolheria aquela garota do ônibus. Sim. Ela não sentiria tanto medo de mim pelo fato de estar lendo o que se passa em minha mente. Aproveitando a ocasião, eu poderia me levar a qualquer lugar em segundos e ter tudo o que desejasse, mas não sei se estou deveras sonhando. Ainda consigo sentir as dores na coluna. Preciso ligar para alguém a fim de saber se estou mesmo dormindo. Se isso não passar de um devaneio, segunda-feira eu já estou marcando com o Doutor...
- Alô!
- Oi, quem tá falando?
- Deus.
- Putz! Eu morri?
- João de Deus da Silva Braga.
- Ah, é você, João?
- E quem mais seria? O que cê faz acordado a essa hora da noite, cara?
- Nada, chama o Tadeu.
- Meu irmão ta viajando.
- Então responde você, eu estou sonhando?
- O quê? Ah! Fala sério! Vai arrumar o que fazer, meu...
- Mas eu só estava... Alô, João?
Não adianta, sei que estou dormindo. Quando eu sentir o sol entrando pela janela, vou despertar e tudo voltará a ser como antes. Todos os problemas vão continuar. Minha vida seguirá como sempre: as mesmas pessoas abusarão da minha paciência, carregarei o mesmo fardo de antes e assistirei através da televisão o mundo sendo destruído lentamente. Pensar no que me espera após acordar faz com que eu queira continuar dormindo, pelo menos assim, não faço parte desse mosaico de calamidades humanas. Já sei! Vou derramar o café e parar de bebê-lo. Talvez consiga com isso, permanecer mais um tempo aqui. Sonhando.
Barba Uonderias
Enviado por Barba Uonderias em 09/11/2007
Código do texto: T729871

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.barba.bardoescritor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Barba Uonderias
Fortaleza - Ceará - Brasil
16 textos (17852 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 19:05)
Barba Uonderias