Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

o burro


Ajaezado à andaluza
Vai o burro do Breguês
Albarda nova não usa…
Quando pagar o freguês

A trote avança ligeiro
Com óculos de sol de palas
À frente só vê carreiro
Não é burro de muitas falas

A sua vida é uma reta
Sem grandes filosofias
Basta fazer-lhe uma festa
Que passa bem os seus dias

Não o chamem pra debate
De tudo é conhecedor
Não perde qualquer combate
O nosso burro é doutor

Agora vou terminar
Que a ignorância é atrevida
O burro vou eu calar
Ide vós tratar de vida

Antaco
Enviado por Antaco em 08/01/2014
Código do texto: T4641048
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Antaco
Portugal, 59 anos
67 textos (2217 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/19 05:23)
Antaco