Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A peleja de Chapeuzinho vermelho com o lobo mau

A peleja de Chapeuzinho Vermelho
com o Lobo Mau

Não foi em uma floresta
Indo à casa da vovó
Nem foi em festa nenhuma
Em nenhum forrobodó
Que chapeuzinho encontrou
De repente o lobo só

Depois de andar de carruagem
De bicicleta e marinete
Chapeuzinho levou bombom
E também levou chiclete
Mas encontrou o lobo mau
Que digitava legal
Acessando a internet

Ele a adicionou
Na maior cara de pau
Descobriu o seu email
E achou isso genial
Mandou logo uma mensagem
Dizendo: veja a imagem
De seu amigo Lobo Mau

Chapeuzinho descontrolada
Diante do computador
Ficou logo revoltada
Achando aquilo um horror
Disse logo :seu mané
Agora o que você quer?
Comer também meu avô?

O lobo desconfiado
Querendo também disfarçar
Disse:-Estás enganada
Quem está a acessar
É seu amigo caçador
Aquele que te salvou
Querendo apenas brincar

-Lobo mau cabra safado
Não me venha com besteira
Saiba que sou criança
Mas não tô de brincadeira
Você não vai me enganar
Nunca vou acreditar
Em sua grande bobeira

-Dessa vez não tem toquinha
Óculos e cachecó
Para ficar parecido
Com minha linda vovó
Você é bobo e tantam
Não viu nem a Web –cam
Com sua cara de bocó!

-Menina o que é isso?
Você não era assim
Me perdoe bela menina
Tenha piedade de mim
Esqueça este passado
Sou agora transformado
Vamos chegar logo ao fim?

-Como posso te ajudar?
Sem a minha vovozinha
Que você já engoliu
Me deixando tão sozinha
A minha mamãe chorando
E você aí gozando
Vivendo sua vidinha

- Eu pensava que você
Era menina esperta
E já tinha visitado
A dona biblioteca
E lido outra versão
Desta grande confusão
E soubesse a história certa

-Na verdade sua avó
Nunca esteve engolida
E continua na floresta
Vivendo a sua vida
Você veio à capital
Em busca do lobo mau
Deixando sua vó querida

-Agora vive isonada
Querendo virar manchete
Passando o dia todo
Acessando a internet
Sempre na cyber café
Ou numa lan house qualquer
Rindo e mascando chiclete

-Sua avó sente saudade
De sua neta querida
Dos passeios e dos doces
E lamenta sua vida
Conversa com os passarinhos
E lá todos os bichinhos
Que a chamam de amiga

-Obrigada lobo mau
Disse chapeuzinho vermelho
Estou com tanta vergonha
Nem vou olhar no espelho
Quero encontrar você
Para lhe agradecer
Pedir perdão de joelho.

Eu não sei como foi isso
Eu só sei que foi assim
Não me chame de maluca
E nem duvide de mim
esta peleja retada
totalmente digitada
já está chegando ao fim

Se você quer saber mais
Desta história genial
Mande a sua mensagem
Pergunte ao lobo mau
floresta@lobobom
hotmail ponto com
E descubra outro final

ponto com ponto bê erre
medo@chapeuzinho
Para quem não achou graça
Na conversa do lobinho
Mande a sua mensagem
E farás outra viagem
Lendo outro finalzinho

Anastácia
Enviado por Anastácia em 08/08/2007
Código do texto: T597819

Comentários

Sobre a autora
Anastácia
Senhor do Bonfim - Bahia - Brasil
10 textos (2481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 20:03)
Anastácia