Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MIOLO DE ACÉM.

Jésus partiu de Belém
Carregava a tiracolo
Um miolo de acém
Caderneta e protocolo
Ia só pelo caminho
Só não andava sozinho
Ele mais doze apostólo

São Pedro nunca foi crente
Nem conhecia o sacrário
Rezava o terço de frente
Pra trás sem usar rosário
Foi poeta e sacristão
Na beira do rio Jordão
Foi promovido a vigário

Num certo dia esse bando
Chegou na praça da Sé
Cristo tava lá pregando
Dum lado chegou Tomé
Dizendo: "Sinhô, se apresse
Tá na hora da quermesse
Tem quentão, tem picolé

Tendo dezembro chegado
Cristo comprou um cavalo
Pois Pedro andava cansado
E Tomé pra provoca-lo
Disse: "Deixe de preguiça
Já tá na hora da missa
Vê lá se arranja um galo"

Jesus já de saco cheio
Prevendo azedar o bolo
"Só tem macho nesse meio
Não tô querendo mais rolo
O bando perdeu o prumo
Cada um siga seu rumo
Eu abençoa-los vo-los!"









Zé Roberto
Enviado por Zé Roberto em 09/10/2017
Reeditado em 10/10/2017
Código do texto: T6137974
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zé Roberto
Mauá - São Paulo - Brasil, 53 anos
194 textos (8981 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 20:57)
Zé Roberto