Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARABÉNS AO TIRIRICA

Mostrando ter grande tino,
Não sendo chamado nobre
E não porque seja pobre;
Mas por não ser um ladino.
Esse grande nordestino
Que podia ser pessoa rica,
Vendendo a sua rubrica,
Renuncia, não é madressilva,
Francisco Everardo da Silva,
Parabéns ao Tiririca.

A Câmara e o Senado,
Que faz povo de palhaço,
Somente com palha de aço
Podem um dia ser lavados,
Junto com outros aliados.
Ali é cheio de fubica.
O cargo serve de lorica
Aos nossos parlamentares,
Amparados por Gilmares.
Parabéns ao Tiririca.

O Congresso Nacional
Trabalha, mas não produz.
Ali somente se induz
Sempre a se fazer o mal,
Tudo que é imoral
E se vendem por titica.
Quem não concorda não fica.
Não é pra quem tem vergonha
Mas para quem tem peçonha
Parabéns ao Tiririca.

Trabalha-se poucos Dias,
Apenas de terça a quinta,
Mesmo assim a grana pinta.
Para fazer a euforia
Daquela pirataria.
Deveríamos dar arnica,
Ou uma pisa de oiticica,
A esses donos do poder
Que nada tem a Temer.
Parabéns ao Tiririca.

Somente com uma frase
Acabou com seu discurso
E nos deu abraço de urso
Tornou-se um camicase
Mudando discurso base,
Pra defender o Molusco
Mostrando ser mesmo lusco
Pois aquele ser indecente
Ser de novo presidente
É o nosso lusco-fusco.


HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, DEZEMBRO/2017
Henrique César
Enviado por Henrique César em 06/12/2017
Reeditado em 07/12/2017
Código do texto: T6192213
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique César
Fortaleza - Ceará - Brasil, 65 anos
592 textos (137890 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 16:37)
Henrique César