Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Baralho, naipes de fé.

Eu conheci o  poema
Do Caipira Barnabé
“ O jogador na Igreja ”
Num lugar de muita fé
Achei muito interessante
Por demais desestressante
Da forma como ele é

Gosto muito de baralho
jogo muito bem bolado
Mas de mil variações
Tem mesmo este danado
Mas pra fazer oração
Envolvendo o coração
Confesso que fiquei pasmo

Não fazendo apologia
Pois é jogo de azar
Tem gente que faz aposta
Jogo apenas por brincar
É passatempo dos bons
É como chupar bombons
Difícil mesmo é parar

Existe o naipe de Copas
Com forma de coração
Nos lembra o amor de Deus
Para a sua criação
Que mandou seu filho amado
Como homem encarnado
Para a nossa  salvação

Tem o naipe de espadas
Lembrando da noite triste
No jardim das oliveiras
Que em traição consiste
Um beijo de quem seduz
A entrega de Jesus
Que é preso e não resiste

Temos o naipe de ouro
Lembrando a noite de luz
Dos Reis Magos dos presentes
Ao pobre menino Jesus
Esperança contra os maus
Por  fim o naipe de Paus
Que lembra o madeiro da cruz!
 
Paulo Ivan
Enviado por Paulo Ivan em 07/12/2017
Código do texto: T6193154
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Ivan
Imperatriz - Maranhão - Brasil, 57 anos
41 textos (439 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 02:58)
Paulo Ivan